Rui Costa afirma que a Bahia aceitará ajuda internacional sem passar pelo Itamaraty

'Os baianos e brasileiros que moram aqui no Estado precisam de todo tipo de ajuda', escreveu o petista
-Publicidade-
Governador da Bahia, Rui Costa | Foto: Reprodução/Redes sociais
Governador da Bahia, Rui Costa | Foto: Reprodução/Redes sociais

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse nesta quinta-feira, 30, nas redes sociais, que a Bahia aceitará diretamente, sem precisar passar pela diplomacia brasileira, qualquer tipo de ajuda internacional.

“A Argentina ofereceu ajuda humanitária às cidades afetadas pelas chuvas na Bahia, apesar da negativa do governo federal”, escreveu o petista.

-Publicidade-

A Argentina ofereceu o envio imediato de dez profissionais especializados nas áreas de água, saneamento, logística e apoio psicossocial para vítimas de desastres.

“Os baianos e brasileiros que moram aqui no Estado precisam de todo tipo de ajuda. Estamos trabalhando muito, incansavelmente, para reconstruir as cidades e as casas destruídas, mas a soma de esforços acelera esse processo, portanto é muito bem-vinda qualquer ajuda neste momento”, continuou Rui Costa.

Mais cedo, pelas redes sociais, o presidente brasileiro justificou por que o governo brasileiro recusou uma oferta de ajuda humanitária da Argentina.

Bolsonaro disse que “o fraterno oferecimento argentino, porém muito caro para o Brasil, ocorre quando as Forças Armadas, em coordenação com a Defesa Civil, já estavam prestando aquele tipo de assistência à população afetada, inclusive com o apoio de três helicópteros”.

Segundo ele, “por essa razão, a avaliação foi de que a ajuda argentina não seria necessária naquele momento, mas poderá ser acionada oportunamente, em caso de agravamento das condições”.

O presidente finalizou dizendo que “a resposta do Ministério das Relações Exteriores à Embaixada Argentina é clara a esse respeito” e afirmando que o governo brasileiro “está aberto a ajuda e doações internacionais”.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, afirmou que a Argentina arcaria com os custos da ajuda oferecida.

Ele também disse que a recusa do governo brasileiro ao envio de ajuda humanitária à Bahia está sendo distorcida por causa do ambiente político no país.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

16 comentários Ver comentários

  1. Ruim Costa, você que desgoverna a Bahia, sabe que é um momento que recursos financeiros são muito importantes para acudir as vítimas da tragédia. Não seria o caso de você convocar o Consórcio do Nordeste para reaver os 48 milhões que você e seus capachos Carlos Gabas e Bruno Dauster pagaram a uma loja de maconha por respiradores que nunca foram entregues e aplicar o recurso no socorro às vítimas? Na mesma toada, fale com o seu comparsa Edinho Silva para devolver os 4 milhões que estranhamente foram parar em Araraquara. Tome vergonha na cara, seu cabra meliante contumaz!

  2. Sera que ainda nao nasceu UM, somente UM que seja, petista honesto e decente? Unzinho so, pra constar nas estatisiticas? Sera possivel? impressionante, mas parece impossivel!!!

  3. Esse CANALHA VAGABUNDO, cria do CAFUNGUEIRO ALCOÓLATRA (e CORNO) Jacques Wagner, representa o que a Bahia tem de pior. Corrupto comprovado pela CPI feita no Rio Grande do Norte, deveria oferecer uma parte do dinheiro que roubou pra ajudar os necessitados. O Brasil que presta precisa urgentemente eliminar essa maldita corja petista. Enquanto isso não acontecer o país estará no acminho da desgraça.

  4. O governador deveria aproveitar o ensejo e pedir tb a volta dos médicos cubanos custeados pelo governo federal brasileiro. Assim voltaria a encher os cofres dos amigos comunistas daquela ilha perdida no mapa. Esse senhor é simplesmente imprestável. Ao invés de arregaçar as mangas e trabalhar pelo povo do estado q enfrenta dificuldades, ele prefere fazer discurso político com narrativas falsas. É exatamente o modus operandi da esquerda e do PT. Esse partido governa a Bahia há 16 anos! Espero q o povo tenha aprendido a votar de agora em diante.

  5. Dezesseis anos de desgoverno do pt, a Bahia merece isso, um governador de M…, porque não fez nada de prevenção?, enchentes naquela região não é coisa de agora não, agora ficar fazendo política com a desgraça dos outros é coisa de mesquinho, pega o dinheiro dos respiradores com o Cabas, são 48 milhões de reais, agora, se dez argentinos faz tanta diferença assim, qualquer pequeno empresário da região com certeza cede o dobro de pessoas do seu quadro de funcionários, se liga Rui Bosta, o povo não é otário não.

  6. Não cabe nenhuma crítica ao governo federal, que tem prestado todo o apoio necessário. E, no Brasil. não é só a Bahia que está passando por situação climática adversa. Início de Verão sempre vem com fortes chuvas em vários lugares.

    Quanto ao governo estadual, este tem obrigação de cuidar só da Bahia, e deve receber toda ajuda internacional que julgar necessária, desde que respeite os limites constitucionais e a legislação relativa ao ingresso de pessoas, produtos e recursos financeiros no país.

    Mas vamos e venhamos. Será que dez burocratas argentinos que não falam português e muito menos “baianês” vão fazer alguma falta neste momento? Foi cortesia e solidariedade dos argentinos, que o Presidente reconheceu e agradeceu também de forma cortês, mas a vinda de estrangeiros para aquela região só iria complicar um pouco mais a coordenação das ações de defesa civil, que estão sendo bem assistidas por órgãos federais, até o momento.

    O problema é que o foco do petista que (des)governa aquele estado não é no interesse da população, e sim na guerra permanente contra o governo federal. Resulta que quem sofre é o “marisco”, ou seja, povo.

    Bolsonaro envia recursos, como enviou para enfrentamento da COVID, mas eles desaparecem sem cumprir a finalidade (vide COVIDÃO). Vão para os bolsos dos corruptos que sempre alegam que os recursos não atendem as necessidades. O TCU finge que não vê, a CPI do Senado investiga os apoiadores do Presidente, e a extrema esquerda aproveita para chamar o Bolsonaro de genocida.

    Que tédio!
    Exceto para os “mariscos”, claro. Estes ainda precisam aprender a votar.

  7. É um safado oportunista o povo baiano não merece um vagabundo como você o estado esta nessa situação por sua causa, gente morreu por sua causa seu genocida

  8. Devolve o dinheiro roubado durante os 16 anos pelo PT na Bahia e o dinheiro dos respiradores comprados pelo Grupo Nordeste.
    Esquerda Brasileira – o esquadrão da morte dos brasileiros.

  9. Então fique à vontade para receber os argentinos e devo lembrá-lo que todas as despesas correrão por conta dos cofres públicos do estado da Bahia. Faça mais essa gracinha com o dinheiro público, seu inútil.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.