Saiba como funciona o STF de outros países

Além do "Pretório Excelso" brasileiro, Oeste selecionou as altas cortes de quatro países: Estados Unidos, Argentina, França e Alemanha
-Publicidade-
Entenda o funcionamento das mais altas cortes em outros países | Foto: MARCELLO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Entenda o funcionamento das mais altas cortes em outros países | Foto: MARCELLO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | Entenda o funcionamento das mais altas cortes em outros países | Foto: MARCELLO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Além do “Pretório Excelso” brasileiro, Oeste selecionou as altas cortes de quatro países: Estados Unidos, Argentina, França e Alemanha

saiba como
Entenda e saiba como é o funcionamento das mais altas cortes em outros países
Foto: MARCELLO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Até a virada do século, pouca gente saberia dizer a quantidade de ministros que compõem o Supremo Tribunal Federal (STF). Ou o nome de cada um dos magistrados.

-Publicidade-

Contudo, as transmissões dos julgamentos, sobretudo do Mensalão, ampliaram o número de brasileiros que conseguem recitar de cor quem são os juízes da mais alta Corte do país.

Leia também: “O dossiê completo dos gastos do STF”, reportagem publicada na edição n° 15 de Oeste

Mas e quanto aos tribunais estrangeiros equivalentes ao STF? Muito provavelmente poucos tenham conhecimento de como funcionam: número de ministros, orçamento, nomeação, entre outras interpelações.

É por isso que, além do Pretório Excelso do Brasil, como diria o ministro Celso de Mello, Oeste selecionou as altas cortes de quatro países: Estados Unidos, Argentina, França e Alemanha. Confira:

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.