Revista Oeste - Eleições 2022

Saiba quem é o vice-prefeito de Bruno Covas que vai assumir São Paulo

Ricardo Nunes é ligado a grupos de empresários e à Igreja Católica
-Publicidade-
Nunes (dir) foi da base de apoio do PT e do PSDB
Nunes (dir) foi da base de apoio do PT e do PSDB | Foto: Marcelo Pereira/Secom

Depois da morte de Bruno Covas (PSDB) na manhã deste domingo, 16, o vice-prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), assume definitivamente o comando da capital paulista. Ele já estava no posto desde 3 de maio, quando Covas licenciou-se do cargo por 30 dias para tratar um câncer. Vereador por dois mandatos antes de compor chapa com os tucanos, Nunes tem ligações com grupos de empresários da Zona Sul e com a Igreja Católica. Na Câmara Municipal, compôs a base de governo do PT (na gestão de Fernando Haddad) e do PSDB (quando Doria foi prefeito). Entre outras iniciativas, Nunes articulou-se para anistiar e regularizar templos religiosos na lei de zoneamento em 2016.

Além disso, na condição de vereador, conseguiu barrar menções a termos como “gênero” do Plano Municipal de Educação da cidade. Na época, defendia que sexualidade não deveria ser tema nas salas de aula do município. No Plano Diretor de 2014, sugeriu a criação de um aeródromo em Parelheiros, extremo sul da capital paulista. Em seus últimos quatro anos como vereador, Ricardo Nunes compôs CPIs como a dos bancos, que investigou a sonegação de ISS na cidade. Nunes também é crítico do repasse bilionário de verbas da prefeitura voltado às empresas de ônibus da cidade em forma de subsídios.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

      1. A cidade de São Paulo está LIVRE do genocida Bruxo Covas!!

  1. Vai pegar uma batata quente, principalmente tendo como oposição, verdadeiros destruidores das boas ideias(Boulos e Cia)… Mas parece ser capacitado e coerente. Torçamos!! Ah, melhoras ao guerreiro Bruno Covas.

  2. Lamento a doença do prefeito Bruno Covas MAS penso que ele já sabia o que o aguardava quando se candidatou à reeleição. Deveria ter se preocupado com o tratamento da terrível doença e se afastado da política.

      1. Tá difícil te acompanhar.
        Sequer sou “livre”.
        Quanta militância?!
        CARALHO!!!!
        Seu FILHO DE UMA CEGONHA, não volte no tempo!!!
        CARALHO

  3. A cidade de São Paulo tem sido entregue a políticos que não elegemos.
    Elegemos o prefeito e quem acaba administrando a cidade é o vice e não é a primeira vez.
    Sinto pela doença do atual Prefeito, mas lembro também que ele sabia que não iria conseguir administrar São Paulo por causa de sua enfermidade.
    Desejo vida longa ao Prefeito e que volte para a Prefeitura.

    1. Tomara que o Sr Ricardo Nunes tenha a coragem de enfrentar as empresas de ônibus e a SPTRANS que fingem que fiscalizam e a outra finge que presta um bom serviço a população! CPI nós transportes da capital! Isso sim!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.