Sem acordo, Correios seguem em greve

Audiência no Tribunal Superior do Trabalho acaba sem conciliação
-Publicidade-
TST deve julgar greve dos Correios em 21 de setembro| Foto: AGÊNCIA BRASIL
TST deve julgar greve dos Correios em 21 de setembro| Foto: AGÊNCIA BRASIL | coreios - greve - tst

Audiência no Tribunal Superior do Trabalho acaba sem conciliação

correios - greve - tst
Funcionários dos Correios seguirão “lutando” pela manutenção do vale-peru natalino | Foto: AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

A audiência iniciada na tarde desta sexta-feira, 11, acabou sem conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Assim, sem acordo, os Correios anunciam que seguem em greve. A paralisação da estatal está em vigor desde 17 de agosto.

Leia mais: “Os Correios entre um futuro e o vale-peru”

Sem fazer questão de esconder os motivos políticos por trás do movimento grevista, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) aproveitou a ausência de acordo para criticar a direção da empresa, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Arrogância e alinhamento à política de Bolsonaro e Guedes”, reclama entidade ligada aos servidores dos Correios

“Novamente a empresa demonstrou arrogância e alinhamento à política de Bolsonaro e Guedes, ou seja, nenhum escrúpulo com a retirada de direitos dos trabalhadores”, reclamou a entidade. A Fentect ainda aproveitou para aderir à campanha #ForaBolsonaro.

Busca por privilégios

Enquanto o país se recupera da pandemia causada pelo vírus chinês e empreendedores clamam pela privatização dos Correios, a Fentect luta a favor da manutenção de privilégios concedidos aos servidores da empresa. No comunicado de hoje, a entidade apenas informa que o TST julgará o dissídio ainda este mês. No início da greve, no entanto, a instituição listou série de “benefícios” que deveriam ser mantidos com o dinheiro do contribuinte. Vale-cultura e vale-peru natalino estavam na lista de reivindicações, conforme noticiou Oeste.

MAIS: “BNDES bate o martelo e acelera privatização dos Correios”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site