Senado libera recursos para compra da vacina da Oxford

Projeto seguirá para publicação no Diário Oficial da União
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Oxford University
Foto: Divulgação/Oxford University | vacina de oxford - senado

Projeto seguirá para publicação no Diário Oficial da União

vacina de oxford - senado
Foto: Divulgação/Oxford University
-Publicidade-

O governo federal está liberado para comprar doses da vacina produzida pela Universidade de Oxford (Reino Unido) em parceria com o laboratório AstraZeneca. Isso porque, por meio de votação simbólica realizada na noite desta quinta-feira, 3, o Senado Federal aprovou a medida provisória (MP) que prevê a liberação de crédito extraordinário de R$ 1,9 bilhão ao Ministério da Saúde. Valor esse que deve ser integralmente destinado à aquisição do imunizante contra o novo coronavírus.

Leia mais: “Putin ordena início de vacinação em massa na Rússia”

A aprovação no Senado ocorre após a Câmara dos Deputados ter tomado decisão no mesmo sentido. O texto aprovado pelo Congresso Nacional contou com a chancela do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Ainda com status de ministro interino ao editar a medida, em 6 de agosto, ele classificou o projeto de Oxford como o mais avançado no combate ao novo coronavírus. O governo brasileiro conta com acordo que permite transferência de tecnologia e controle de qualidade da substância, parceria que se dá por meio da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, do Rio de Janeiro. A expectativa é o país contar, inicialmente, com 100 milhões de doses da vacina.

“Não é uma questão política”

No Senado, Carlos Viana (PSD-MG) foi o relator. Ele analisou a postura adotada até agora pela equipe da Anvisa. De acordo com ele, a agência tem realizado trabalho técnico. “Não é uma questão política”, pontuou o parlamentar. “As iniciativas são bem-vindas. O governo, através da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], já criou um grupo especial para analisar todas as vacinas”, prosseguiu Viana, conforme informa a Agência Senado.

Com a aprovação no Senado, a proposta será encaminhada para publicação no Diário Oficial da União.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site