Só falta pedir voto

STF age como partido político, avalia J. R. Guzzo
-Publicidade-
Ministros do STF a caminho de sessão na Corte | Foto: NELSON JÚNIOR/STF
Ministros do STF a caminho de sessão na Corte | Foto: NELSON JÚNIOR/STF | Ministros do STF a caminho de sessão na Corte | Foto: NELSON JÚNIOR/STF

STF age como partido político, avalia J. R. Guzzo

stf - supremo - só falta pedir voto
Ministros do STF a caminho de sessão na Corte | Foto: NELSON JÚNIOR/STF

O que diferencia o STF de outras siglas, tais como PT, PSDB, DEM, PSD e Psol? De acordo com o jornalista J. R. Guzzo, é difícil distinguir ministros da Corte com figuras que se candidatam a vereador e deputado ou cumprem mandato no Executivo ou Legislativo, por exemplo. Conforme ele explica em artigo publicado na edição 21 da Revista Oeste, “na vida real, o Supremo atua como agremiação partidária”. Só falta pedir voto.

-Publicidade-

Leia o artigo de J. R. Guzzo: “STF, um partido político”

https://revistaoeste.com/stf-um-partido-politico/

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Um STF que não é eleito por competência, mas só por indicação, não poderia dar coisa melhor.
    Desde nossa constituição de 1988 partidos comunistas apenas fingiram oposição.
    Falo do PSDB e PT.
    Então todos os presidentes até hoje, exceto o último tiveram de indicar “juízes” que pudessem dar a cobertura necessária quando deixassem seus mandatos podres e corruptos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.