Telegram: Bolsonaro tem o maior canal do Brasil

Levantamento também mostra que o presidente é o terceiro político mais seguido no mundo
-Publicidade-
Aplicativo de mensagens Telegram | Foto: Reprodução/Pixabay
Aplicativo de mensagens Telegram | Foto: Reprodução/Pixabay

O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem o maior canal do Telegram do Brasil, com 1,2 milhão de seguidores. O levantamento foi feito pelo portal Poder360, com base em dados das plataformas Telegram Analytics e Telemetrio.

Bolsonaro é o terceiro político mais seguido no mundo, ficando atrás apenas do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (1,5 milhão), e do líder da Chechênia, Ramzan Kadyrov (1,4 milhão), segundo o Telegram Analytics, ferramenta do próprio aplicativo.

-Publicidade-

O canal de Bolsonaro é o 35º maior do planeta, segundo o Analytics. Pela quantidade de seguidores, o canal deve estar entre os que passam a ser monitorados pelo Telegram.

O aplicativo informou ao Supremo Tribunal Federal, no domingo 20, que vai acompanhar diariamente os 100 maiores canais do país, como parte da nova política de combate às fake news.

De acordo com o Telegram, esses canais correspondem a mais de 95% de todas as visualizações públicas do aplicativo no Brasil. Ou seja, o monitoramento abrange boa parte do conteúdo que circula na plataforma.

Segundo o Poder360, além de Bolsonaro, estão entre os 100 maiores canais os de seus filhos Flávio Bolsonaro (105.673) e Carlos Bolsonaro (87.947). A família ganhou 128 mil seguidores no Telegram em três dias, da última sexta-feira ao último domingo.

Na lista dos 100 maiores canais, não há as plataformas de nomes que ambicionam o Palácio do Planalto, como o ex-presidente Lula (PT), que conta com 51.843 inscritos, e do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 19.709 inscritos.

Bloqueio do Telegram

Na sexta-feira 18, o ministro do Supremo Alexandre de Moraes determinou a suspensão completa e integral do funcionamento das atividades do Telegram no Brasil. No domingo 20, após a plataforma cumprir decisões judiciais, o magistrado revogou a ordem de bloqueio.

Ao mandar bloquear o aplicativo, Moraes disse que o Telegram ignorava a Justiça brasileira, desprezando a legislação nacional, ao não atender comandos judiciais.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Não há como fugir da Verdade e da Justiça, ambas devem prevalecer. Por favor, não é por acaso que o nosso Presidente está em evidência total em todas as plataformas. E a revista Time, que vergonha para o jornalismo mundial, inconcebivel essa decisao?

  2. Messias no nome de Bolsonaro não seria,ao meu ver,uma mera e simples coincidencia,mas, um sinal de que ele traz com ele uma missão a cumprir e esta cumprindo.Portanto,quanto mais tentam derruba-lo,mais e mais se fortalece.Assim sera até o termino desta missão.Nada nesta vida é por ser,por mero acaso,sem um motivo,uma razão e um proposito. O Mito é a prova !

  3. O único político brasileiro que eu não tenho nojo de votar se chama Jair Messias Bolsonaro ! Eu resido em Brasília há 43 anos e conheço bem os pulhas que o povo brasileiro elege ! Eu tempo , eu lamento não votar no RGS para votar no Marcel van Hatten ,o outro que eu admiro !

    1. Não ouse falar mal da vossa excelência q a qq momento ele pode bloquear a Revista Oeste. E ainda acreditamos no estado democrático de direito. Saudades do regime militar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.