-Publicidade-

Vereador do PT vota contra o próprio projeto de lei

"Quem vai custear esse projeto? Qual é o valor do projeto? Qual é a empresa operadora do projeto?", questionou Carlos Augusto Cardoso da Silva na tribuna
Carlos Augusto Cardoso da Silva (PT), vereador de Ilhéus
Carlos Augusto Cardoso da Silva (PT), vereador de Ilhéus

“Quem vai custear esse projeto? Qual é o valor do projeto?”, questionou Carlos Augusto Cardoso da Silva na tribuna

Carlos Augusto Cardoso da Silva (PT), vereador de Ilhéus

Na última quarta-feira, dia 19, durante sessão na Câmara Municipal de Ilhéus, no Estado da Bahia, o vereador Carlos Augusto Cardoso da Silva (PT) protagonizou uma cena constrangedora. Depois da leitura da proposta para colocar pontos de wifi em locais públicos, o petista pediu a palavra.

Leia também “Candidato do PT a vereador revela o princípio do partido: roubar pouco”

“Presidente, pela ordem! Eu entendo que esse projeto visa à inclusão digital, é um projeto importante”, começou o vereador. “Mas eu tenho a preocupação porque quem vai custear esse projeto? Qual é o valor do projeto? Qual é a empresa operadora do projeto? Como é que a gente vai conseguir implantar a internet em praças?”, questionou. “Eu acredito que esse seja mais um projeto assim, de visão eleitoral. Eu entendo a importância do projeto, mas eu vou votar contra”, concluiu.

Em seguida, o presidente da Câmara lembrou um detalhe fundamental: “O autor do projeto é a Vossa Excelência!”.

Carlos Augusto ainda tentou negar a autoria da ideia, mas acabou cedendo aos fatos. “Eu vou retirar o meu projeto, vou analisar e vou reapresentar.”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês