Weber mantém quebra de sigilo de entidade pró-tratamento precoce

A CPI da Covid-19 quer fechar o cerco no entorno da Associação Médicos pela Vida
-Publicidade-
A ministra ressaltou a necessidade de se apurar notícias falsas
A ministra ressaltou a necessidade de se apurar notícias falsas | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber negou um recurso protocolado pela Associação Médicos pela Vida, entidade composta de médicos que defendem o tratamento precoce contra o coronavírus. Dessa forma, será mantida a quebra de sigilo da instituição, determinada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. No processo enviado à Corte, os profissionais da saúde ressaltaram que a CPI se baseou em “questões desconexas, genéricas e que excedem ao objeto da investigação”.

“Covid-19: dono da CNN Brasil defende o tratamento precoce”

Em seu parecer, a juíza do STF entendeu ser necessário que a CPI investigue suposta disseminação de fake news, as quais podem ter agravado a pandemia. “Se existe determinada atividade de natureza privada que, como visto, pode ter impactado o enfrentamento da pandemia, eventual ligação dessa entidade com o poder público propiciará, em abstrato, campo lícito para o desenvolvimento das atividades de investigação, sem que se possa falar, à primeira vista, em desbordamento de seus limites”, argumentou Weber.

-Publicidade-

Médicos defendem a terapêutica

Em fevereiro de deste ano, um manifesto em favor do tratamento precoce foi lançando com a assinatura de 2 mil médicos brasileiros.

“Destacamos que a abordagem precoce não se trata apenas do uso de uma destas drogas (cloroquina e hidroxicloroquina), mas de sua combinação com outras medicações, além de monitoramento extensivo do paciente e a recomendação de intervenções não farmacológicas, como a fisioterapia”, informa trecho do documento, divulgado na sexta-feira 12. “Os relatos de cidades e Estados que adotaram as medidas para intervenção precoce têm mostrado bons resultados, com a diminuição da carga sobre os sistemas de saúde”,

Os profissionais de Saúde ainda destacaram que o Conselho Federal de Medicina e a Declaração de Helsinque deixam clara a necessidade de ação do médico em situações graves, mediante consentimento do paciente: “Quando métodos profiláticos, terapêuticos comprovados não existirem ou forem ineficazes, o médico, com o consentimento informado ao paciente, deve ser livre para utilizar medidas profiláticas e terapêuticas não comprovadas ou inovadoras, se no seu julgamento, esta ofereça esperança de salvar vidas.”

Leia também: “A solução que venceu a ideologia”, reportagem publicada na Edição 3 da Revista Oeste

Com informações da CNN Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comentários

  1. O STF é GENOCIDA, isso é fato. Se não tivessem proibido o Presidente de conduzir as políticas que legalmente cabem a ele em relação ao Covid, hoje o Brasil teria apenas uma fração das mortes. O tratamento precoce funciona, basta ver as dezenas de estudos que comprovam. https://c19ivermectin.com/ Por que será que a imprensa não fala no Continente Africano? Porque lá o Covid é apenas uma “gripezinha” em razão da população usar regularmente a Ivermectina. Por que não citam o caso da Cidade do México que praticamente zerou os casos usando o tratamento precoce? Por que não falam da experiência com Ivermectina no Peru? Por que não publicam nada sobre o estudo chinês que comprovou que a Hidroxicloroquina diminui as mortes pelo Covid? Por que não escrevem uma única linha sobre o tratamento com Ivermectina no estado de Uttar Pradesh, na Índia, que praticamente acabou com o surto da doença? Por que insistem nas vacinas experimentais que estão matando dezenas de milhares de pessoas? thecovidblog.com O STF, a grande imprensa, os laboratórios das vacinas, a esquerda e o Big Tech são os verdadeiros GENOCIDAS.

  2. A ideologia de esquerda formava patetas, idiotas, depois ladrões e corruptos, hoje forma também PSICOPATAS. Não dá para entender como pessoas podem se posicionar contra tratamento precoce, só uma mente deturpada. Mesmo se no futuro se comprovar que não ajudou, pelo menos valeu a tentativa. Os remédios usados no tratamento precoce são antigos, conhecidos de baixa toxicidade, não afetam outros orgãos do ser humano.

  3. Eles se revezam lá no ataque ao presidente né,tudo combinado já,
    Agora o que eles querem afinal, que não trate imediatamente as pessoas, que a gente se consulte com eles e os jornalistas, continuemos com o protocolo mandeta quando faltar o ar ai corremos pro hospital e rezamos para ter um respirador lá, coisa mais sem nexo!! onde vai parar esta insanidade destes esquerdopatas assassinos.

    1. Segue a militância dos capas vermelhas! Há muito tempo isso deixou de ser Tribunal jurídico, puxadinho de perseguição a quem não compactua com a ideologia deles. Quem não apoia políticos com Lula, Dilma, Aécio e Renan é perseguido. Tribunal asqueroso!!

  4. Indiscutivelmente a ministra está na linha dos absurdos. Com a jurisprudência, muitas Igrejas cristãs serão perseguidas no Brasil com o patrocínio do STF.

  5. A troca do tratamento precoce da Covid19, com base esta em exemplos bem sucedidas de tratamentos via cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina, por outros que mataram centenas de milhares no Brasil é algo que só pode ser entendido através da corrupção e de outros interesses menos recomendáveis. Qual o número de curas, via estes não comprovados e não recomendados medicamentos, desses milhões de contaminados e sobreviventes? Essa pesquisa e informação não foram levantadas ou, se foram, não estão acessíveis a nós, cidadãos comuns.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site