Witzel vai ao STF para tentar barrar ‘impeachment’

Witzel vai ao STF para tentar barrar impeachment
-Publicidade-
Pedido de Witzel será analisado pelo presidente do STF, Dias Toffoli | Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Pedido de Witzel será analisado pelo presidente do STF, Dias Toffoli | Foto: Nelson Jr./SCO/STF | Witzel STF

A defesa de Wilson Witzel alega ao STF que o processo contra o governador foi constituído com “vícios”

Witzel STF
Pedido de Witzel será analisado pelo presidente do STF, Dias Toffoli | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar barrar o seu processo de impeachment. O mesmo pedido já foi negado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

-Publicidade-

Os advogados pedem a concessão de uma liminar (decisão provisória) para determinar que a comissão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) seja desconstituída.

A ação tem como relator o ministro Luiz Fux. Contudo, o processo seguiu para o ministro Dias Toffoli porque, durante o recesso do Judiciário, cabe ao presidente do STF decidir sobre questões urgentes.

Leia mais: “STF pressiona o Congresso pela manutenção de privilégios”

A defesa do governador argumenta que há “vícios” no andamento do processo. De acordo com a defesa, a Alerj desrespeitou a lei federal que estabelece regras para procedimentos de apuração de crime de responsabilidade, ferindo entendimentos do próprio Supremo sobre o rito desse tipo de processo.

Além disso, os advogados alegam que o STF precisa atuar diante da gravidade político-institucional do processo de impeachment e até mesmo para “fins pedagógicos”.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Witzel tem tanta certeza que conseguirá sair impune que recorre ao STF da vergonha onde só tem corruptos e se protegem o povo brasileiro está lascado mesmo . Desviar verba na pandemia devia ser crime hediondo

  2. Witzel foi ao lugar certo para se proteger da Lei e do povo de bem do Rio de Janeiro, que traz em sua longa história nomes como Brizola, Moreira Franco, Garotinho e Garotinha, Benedita, Cabral, Pezão, Frexo, Jandira, Glauber,….
    Como pode o estado carioca se reerguer?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.