Apoiadores do Bolsonaro fazendo vigília na frente do Congresso Nacional, na sexta-feira 28 | Foto: Reprodução Redes Sociais
Apoiadores do Bolsonaro fazendo vigília na frente do Congresso Nacional, na sexta-feira 28 | Foto: Reprodução Redes Sociais

Venceram a batalha, não a guerra

Não podemos esmorecer. Desistir, jamais! Tem muita gente boa, honesta e trabalhadora no Brasil. Eles merecem nosso esforço por um país mais livre e melhor

Foram as eleições mais manipuladas da história. Nunca antes na história deste país se viu tanta censura e partidarismo por parte do TSE, sem falar da militância escancarada da imprensa. O pior aconteceu: um notório corrupto, julgado e condenado, mas depois solto por malabarismos supremos, foi eleito, num processo eleitoral pouco transparente e suspeito. A divisão geográfica é visível também, com os Estados mais pobres e dependentes de recursos públicos dando a vitória para o PT. O país está dividido.

Percival Puggina resumiu bem a escolha pelo retrocesso: “O país marcou, hoje, um reencontro com o passado. Estamos voltando a 2003, quando Lula e seu partido assumiram o Brasil com a economia arrumada pelo Plano Real (à que se haviam oposto) e o perderam em 2016, numa mistura sinistra de inflação, depressão e corrupção”.

Basta ver quem estava em festa no domingo: traficantes das favelas, marginais em presídios, ditadores comunistas. Nicolás Maduro e Daniel Ortega celebraram, o que dá o tom da derrota de todo ser humano decente e democrata. A missão desses, agora, é de resistência, de impedir o pior, mitigar os efeitos sinistros da esquerda no poder, conter a sangria, sobreviver.

@h0terPresos Comemora A Vitória de Lula Nós Presídios.♬ som original – Lucas Aparecido


Em alguns meses, a turma da mídia e os tucanos criticarão o governo e arrumarão justificativas para seus inevitáveis fracassos. Nós não vamos esquecer que eles apoiaram isso em nome da “democracia”. Todos eles são responsáveis pelos resultados que virão — e que serão péssimos, já adianto.

O objetivo mudou de construir a prosperidade com liberdade para impedir a desgraça maior e uma ditadura completa. Agora é modo bombeiro acionado: apagar incêndios e tentar salvar o que for possível do Brasil. Os cupins estão em festa planejando a divisão do butim. Lula já fala em aumentar em 40% os ministérios, para “acomodar” seus cúmplices, digo, aliados.

Muitos “isentões” não conseguem esconder a satisfação com o alimento de seu recalque. Deixaram o ressentimento falar mais alto do que o patriotismo. Estavam com mágoas atravessadas por conta da postura binária do bolsonarismo, e se sentem vingados. Só não se deram conta de que quem vai pagar o preço é o mais pobre — ou sabem e nem ligam. Para atingir o capitão que odeiam, optaram por afundar o barco todo.

Pai, perdoai-vos, pois eles não sabem o que fazem! Aqueles que gritam “chora mais” nem se dão conta de que estarão eles chorando em breve, quando descobrirem que a picanha prometida era canina e a liberdade de criticar o governo acabou. Terão saudades do “genocida”, eis minha previsão. E mais rápido do que pensam.

A Argentina e a Colômbia se arrependeram em poucas semanas de terem colocado a esquerda radical no poder. No Brasil não vai ser diferente. A esquerda destruiu a América Latina, que agora é quase toda vermelha. A reação dos mercados é instantânea: os ativos perdem valor, o Brasil amanhece mais pobre em termos relativos. Tempos duros virão.

O brasileiro não desiste nunca. Vamos arregaçar as mangas e criar um movimento mais coeso de resistência democrática

Os inimigos do Brasil venceram uma batalha muito importante. Cabe a nós, patriotas decentes, lutar para que não vençam a guerra. “We shall never surrender!”, como diria Churchill. E, se cabe fazer comédia da tragédia nesse momento triste, vamos trabalhar, pois o povo da Nicarágua precisa de um metrô novo!

Serei um observador implacável da mídia. Vou apontar cada hipocrisia da velha imprensa. Tenho boa memória e internet. O duplo padrão desses militantes disfarçados de jornalistas será exposto diariamente por mim. Não terão sossego, pois essa militância foi responsável pelo estrago, pela vitória de um ladrão, pela sensação de que o crime, em nosso país, compensa.

O brasileiro não desiste nunca. Vamos arregaçar as mangas e criar um movimento mais coeso de resistência democrática. O Congresso terá maioria conservadora. Estados importantes como Minas Gerais e São Paulo serão governados por gente séria e competente. A missão é proteger o Brasil e nossa democracia, pois as instituições estão esgarçadas, em especial no Poder Judiciário.

Não podemos esmorecer. Desistir, jamais! Tem muita gente boa, honesta e trabalhadora no Brasil. Eles merecem nosso esforço por um país mais livre e melhor. Os riscos de retrocesso são enormes, mas o Brasil tem mecanismos para impedir o destino trágico como o da nossa vizinha Argentina. Trabalhemos incansavelmente por isso, portanto. Contem comigo nessa guerra.

Leia também “Lula e as ditaduras”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

33 comentários Ver comentários

  1. O problema é que os eleitos sob o embalo do Bolsonaro vão estar sob a pressão e a sedução do chaveco lulista. Confesso que não confio 100% em nenhum dele, vide Kim Kastiguiri, Alexandre Frota, Porquinha, etc. O vice Mourão é vaselina , mesmo sendo eleito presidente do Senado (o Lula vai reinjetar o atual) não acredito em seu taco. Enfim, dias piores virão, paciência até que Deus dê o fim antes do tempo imaginado no mandato do que ganhou mas não vai levar porque vai ficar pro Chuchu, boneco do ventríloquo Zé Dirceu que está no comando real .

  2. O pseudo supreme já mostrou seu jeito de decidir censurar, condenar. Duvido que os governadores, senadores, deputados e imprensa de direita serão respeitados. Para os amiguinhos da ditadura, basta criar uma narrativa de “conspiração anti democrática” para justificar a censura de todos e a queima da Constituiçao Brasileira em cadeia nacional, sob os aplausos da nova ordem mundial.

  3. Constantino, voce verificou no site do TSE a fraude de Comfresa no Mato Grosso. Eu tambem verifiquei: dos 384 previstos para votar nessa urna, 383 votaram no Lula e um nulo? e imposivel numa region predominantemente Bolsonarista.
    E cade o Informe das Forcas Armadas? Nos encontramos essa fraude e eles nao encontraram nada?

  4. Como sempre, análise lúcida, Consta. Parabéns por seu trabalho. Concordo contigo, é isso aí, cabeça erguida diante do que está por vir, com esperança sempre. Forte abraço.

  5. Quando os justos se multiplicam, o povo se alegra; o povo se aflige, quando o perverso governa. Quando os justos se multiplicam, o povo se alegra; o povo se aflige, quando o perverso governa. Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme. Provérbios 29:2.

  6. PARABÉNS CONSTANTINO, VAMOS À LUTA DENTRO DA LEI, POIS NÃO SOMOS E JAMAIS SEREMOS IGUAIS À JARARACA E SEUS JARARACABOYS E SUAS JARARA CRETES!

  7. Parabéns Constantino. Sua análise concisa e precisa resume exatamente a situação e o sentimento dos trabalhadores honestos, que não compactuam com falta de caráter e ética. Devemos seguir em frente com nossas convicções. Avante!!!

  8. Sempre Consta …. ! Desgraçadamente a história se repete como Farsa. E como farsa ela já está sendo percebida. A montagem do ministério desta vez será como uma fratura exposta aos olhos de todos. Constrangimento e cumplicidade e se há algo além disso é ….apetite depois da abstinência.

  9. Bolsonaro venceu. Nao pode jogar fora o capital político que conquistou. Tornou-se a liderança legítima da direita. Deixou um legado de gestão publica minimamente séria. Será difícil o lulismo se desvencilhar dessa herança. Construi um orcamento com poucos recursos, com destaque para a gestão de Tarcisio de Freitas. Consolidou uma politica assistencialista em que o respeito ao individuo e a valorização do trabalho são os eixos, derrubando o clientelismo e o voto de cabresto. Mostrou como se faz política de reforma agrária: concedendo titularidade aos pequenos agricultores e não arregimentando um exército de desocupados que promovem invasões com fins políticos e de quadrilha. Incentivou os pequenos negociantes e produtores, tirando as amarras burocráticas do estado. O mais importante, deixou Lula preso a um legado de gestão publica exitoso: o orçamento nas mãos do Congresso, como deve ser. Agora, os petistas vão se curvar ao orçamento secreto. Bolsonaro tem que catapultar o patrimonio político que construiu. Tem que dar rumo ao time, colocando as condições básicas de negociação: Não ao MST ; não ao desarmamento; não as políticas contra a família; não ao aborto e não a indicação de advogados para o supremo – tem que vir do TSJ , apoio total a medidas contra a corrupção e lavagem de dinheiro sujo e regras para conter o ativismo judicial. Sua tarefa quando sair da Presidência: eleger prefeitos no Brasil afora, principalmente no Nordeste. Manter o time do congresso reunido nessa pauta . Minha visão sobre o assunto.

    1. Marco Aurélio, Bolsonaro será abandonado por pessoas que se diziam fiéis: Malafaia já pulou fora, assim como a Jovem Pan! Outros já partiram (presidente do Senado e da Câmara), fora que ele tem muitos processos pesados, que agora irão cair sobre ele. Pode chegar, daqui há 4 anos, tão fraquinho que ninguém quer saber mais dele! O tempo dirá! Aguarde!

  10. Consta, desculpe a intimidade, mas te acompanhando todos os dias. Concordo com você e também serei incansável na luta por um Brasil grande. Nem todos tem acesso às informações verídicas, nem todos tiveram a chance de desenvolver senso crítico. Não me refiro aos desonestos como mídias, artistas, entre outros.Temos que lutar pela educação digna e séria desde a base. Vamos seguir tristes mas não derrotados!

  11. Rodrigo, não lamente, cerca de 60% dos eleitores elegeram Bolsonaro. A vitória de 9Fingers é a maior farsa política já perpetrada no Brasil. Foi FRAUDE. Os brasileiros votaram certo. O phoder é que está errado!

  12. Desânimo em ver a quantidade de vigaristas que estão ululando . E em breve copa do mundo, natal. Réveillon, carnaval. Pronto passou tudo.

  13. Constantino parabéns por sua fundamentação sempre contundente.
    Devemos considerar ,que a maioria dos governadores dos estados ricos ,em relação aos demais são contra a política da PTRALHADA.
    O congresso e o senado temos uma forte liderança de direita do Brasil como nunca foi visto antes.
    Mas o que temos de forte mesmo, são 58 milhões de brasileiros convictos de seus interesses uma militância, que quer o melhor para o país ,ou seja somos o gado forte que temos que sustentar as parasitas e os carrapatos que votaram sem uma causa justa em um ex descondenado.
    Apoiar um cidadão que foi corrupto, presidiário por crimes comprovados ou são cúmplices ou caráter se perdeu entre o que é certo e errado.
    Muita coisa vai acontecer até a posse do Barrabás do século XX ,aguarde e veremos.

  14. Errado: venceram a a batalha e venceram a guerra. Foi até bem fácil contra o Capitão Banana e as Forças Armadas de Araque do Brasil, cuja única ação valente tem sido escrever cartinhas.

  15. Excelente texto! Sintetiza o sentimento de todos que acreditaram ser possível vencer o “sistema”. Sim, vencer em busca de um Brasil melhor, da verdadeira justiça social, e não a justiça por compensação, da injustiça para criar justiça… Da educação e valorização dos princípios sociais e humanos, onde se busque amparar e se consternar pela vítima da injustiça e da violência, mas jamais a quem optou pela prática e/ou saída criminosa. As falácias e retóricas de “justiça social” já começaram, ou melhor, recomeçaram… E a conta??? Pagarão os “mei”, os cidadãos trabalhadores, os empresários médios e pequenos, ou seja, o que mais geram riquezas…

  16. A UDR ( União Democrática Ruralista ) de tempos atrás inspira-nos a criar o MSP ( Movimento sem Pátria ), com a finalidade de RESGATARMOS O BRASIL do comunismo, do autoritarismo, da ditadura.

  17. sim, perdemos uma batalha mas temos que agrader Bolsonaro pelo legado que deixou definitivamente plantado e enraizado… o da DIREITA CONSERVADORA

  18. viva o brasil.. esse mês tem COPA DO MUNDO… e somos favoritos ao HEXA… uhuuu
    viva o brasil…. viva o brasil…viva… viva… 🙁 🙁 🙁

  19. É uma decepção saber que boa parte da população brasileira abriu mão da decência. Quero dizer que Lula não me representa, eu jamais aceitaria ser representado por um bandido.

  20. Modo “sobrevivência” é separar a parte do país que gera riqueza da outra parte que vive como o grilo falante, perpetuando pobreza, analfabetismo e criminalidade, mas sempre cheios de felicidade e axé.
    Como uma perna gangrenando, o Brasil precisa amputar a parte podre antes que seja tarde e a venezuelização seja completada. Qualquer outra alternativa é paliativa, um último respiro de afogados.

    1. Sim, vamos separar a parte do país que gera riqueza da outra parte que vive na maioria do tempo em festa, recebendo daqueles que mais trabalham os meios para o seu sustento e as suas orgias, mesmo que tenhamos que dar como troca a nossa bela Amazônia, que será explorada por estrangeiros. Tenho certeza que, mesmo com o preço caro que pagaremos, ainda é vantagem para nós do Brasil do Sul. Que eles vivam com o Brasil do Norte!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.