Os senadores Randolfe Rodrigues (em pé), Omar Aziz e Renan Calheiros, durante sessão da CPI da Covid
Os senadores Randolfe Rodrigues (em pé), Omar Aziz e Renan Calheiros, durante sessão da CPI da Covid | Foto: Agência Senado

Reflequissões sobre uma çepeí

A seguir, destacamos os melhores momentos dessa revolução (uma antologia muito trabalhosa, devido à fartura)

Como todos os que acompanham o noticiário já sabem, Renan Calheiros é o novo herói nacional da empatia. As manchetes dominantes não deixam dúvidas: tudo o que se refere à ética humanitária contra os homens maus que querem que todo mundo morra tem Renan Calheiros no meio (do lado do bem). É uma revolução.

A seguir, destacamos os melhores momentos dessa revolução (uma antologia muito trabalhosa, devido à fartura):

  1. Oncologista é esculachada ao vivo porque cartola amazonense não gosta da voz dela (“muito calma”);
  2. Classe médica assiste calada e contemplativa às agressões de várzea perpetradas contra essa oncologista pelo doutor Omar, dublê de dirigente de futebol e inquisidor;
  3. Presidente do Conselho Federal de Medicina repudia violência contra médica e é chamado pela elite intelectual de negacionista;
  4. Médica do Ministério da Saúde que trabalha no atendimento a vítimas da covid é tratada como delinquente;
  5. Médica cantora faz recital com o repertório predileto de Renan Calheiros e é tratada como musa;
  6. A classe médica não vê nada disso porque está num sono profundo que nem os agudos de Randolfe, o senador soprano, interrompem;
  7. Empresário é perseguido e ameaçado como criminoso pelos heróis da çepeí por causa de nada. Ninguém acha estranho. São os novos códigos da revolução;
  8. Wilson Witzel, o rei do covidão, brilha na çepeí e é tratado como um lorde;
  9. Renan Calheiros abandona sessão que discute tratamento precoce — que está sendo estudado em Oxford, mas na çepeí é proibido;
  10. Imprensa isenta e missionária abandona também a sessão e vai “cobrir” a deserção de Calheiros;
  11. Randolfe grita que está proibido falar da Suécia — então está mesmo, porque ninguém vai correr o risco de ser fuzilado pelos seus agudos renitentes;
  12. O senador soprano segue firme esgrimindo o seu parlamentarismo de altas frequências e pedindo a prisão de todo mundo — o que também comove a imprensa democrática e revolucionária;
  13. Depois o divo do Amapá volta ao Leblon para os sofás macios da resistência cenográfica, onde assistirá com seus amigos ricos e generosos, juntos e quentinhos, aos telejornais que transformam a sua irrelevância em bravura;
  14. Depois de dar aos governadores os poderes para a condução do enfrentamento da pandemia e mandar instalar a çepeí para investigar a condução do enfrentamento da pandemia o STF proíbe a convocação de governadores pela çepeí para explicar a condução do enfrentamento da pandemia;
  15. O STF se junta a Renan Calheiros, Wilson Witzel, a médica cantora e grande elenco como os guardiões da verdade, da ética e da beleza;
  16. E o show não para. O presidente do Instituto Butantan também brilha com seu repertório de sonetos científicos capazes de amolecer homens de ferro como Renan Calheiros e Omar Aziz. Mas um talento assim não surge do dia para a noite. Foi muito tempo ensaiando duro na dupla Dimas & Doria e seus panfletos voadores sobre a eficácia parnasiana do loquidau;
  17. Pazuello é transplantado pelos hipnóticos magos da çepeí para o centro do escândalo de saúde amazonense protagonizado pelo grupo político do presidente da çepeí que não está nem aí;
  18. Mandetta dá show e leva Calheiros, Omar e cia. a um deleite comparável ao proporcionado pelo recital contra o terraplanismo da médica-cantora. A grande sensação ficou para o novo visual mascarado de Mandetta — mais conhecido por brilhar sem máscara em aglomeração dentro do Ministério e em mesa de sinuca;
  19. Deputado com respeitável currículo de armações vira justiceiro com denúncia de negociata que empolga geral principalmente por não tocar no covidão estadual;
  20. A CPI do Banestado terminou como uma central de delinquência e abuso de poder. Quase 20 anos depois o país parece viver em Brasília uma sessão nostalgia. Parabéns aos envolvidos, vocês já têm o seu lugar na história.

Leia também “A médica e o monstro”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

40 comentários Ver comentários

  1. Parabéns pelo texto Fiuza, tínhamos que arrumar um jeito de que só os eleitores dessas figuras pagassem pelo salário dessas criaturas. Queria ver quem se prestaria a colocar seu suado dinheiro no bolso desses salafrários de plantão.

  2. A CPI (çepei ou seria “ssepei”???) é o único circo onde o povo paga aos palhaços para eles nos fazerem chorar… realmente o Brasil se inverteu!
    Alguém já pediu para quebrar o sigilo do “saltitante-vox castratis” do Amapá? O relator da COVAXIN???? O Amapá já nos deu o Sarney e agora o “Vox-castratis”…o Farinelli tupuniquim…saltitante e fazendo cara de macho, cara pouco convincente!!
    EU SOU ANTIGO… PREFIRO AS PALHAÇADAS DOS 3 PATETAS ORIGINAIS!!!

  3. Fiuza, sensacional. De fato, como já foi dito, a assinatura da revista Oeste é o melhor investimento que fiz nos últimos meses. Aliás, daqui para a frente vou presentear meus amigos e parentes com uma assinatura da Oeste (nas épocas festivas, é claro). Mas, convenhamos como uma ÇEPEÍ tendo os três patetas do mal na liderança e condução, o quê poderia se esperar, senão lambança?

  4. Çepeí da quadrilha, uma vergonha mundial. Bandidos querendo criminalizar inocentes. Não sei como você, Fiuzza, conseguiu escolher estes momentos, entre tantos absurdos. Por favor, povo brasileiro, vamos para as ruas.

  5. Parabéns Fiuza, the Oracle. Parabéns a oeste, recém assinei.
    Como é bom saber que existe algo que vale a pena ler esses dias. Obrigado Constantino pela indicação

  6. Muito bom esse resumo da ópera, bufa! E eu imaginava que circo ou pizzaria fossem, como outras anteriores, analogias adequadas da CPI. Ledo engano, essa mais parece um puteiro; com todo o respeito pelas putas, mas pelo estardalhaço dos filhos delas.

  7. Caríssimos leitores da Revista Oeste. Concordo que assinar a Oeste foi, sem dúvidas, o melhor investimento que fiz em anos! É horrível me ver envolto em discussões com o pessoal da esquerda sem ter contra argumentação, frente às insanidades que eles falam e muitos deles acabam se apoiando nesta ridícula CPI. Estive na avenida paulista recentemente e li pichações do tipo “Morte aos Bolsonaristas”… Acima disto tudo escolho acreditar no ser humano e tentar educar, no sentido de mudar comportamentos, tentando sim mostrar às pessoas, todas as coisas boas que a Revista Oeste tem me esclarecido… Vamos nos fazer ouvir!

  8. Como bem diz Fiuza: isso não vai terminar bem! Apesar de temperamental, Bolsonaro é um pacificador e democrata, mas ao mesmo tempo, corajoso e ousado. Se essa bandidagem (esse grupo de canalhas) que montou essa zoeira no Congresso, se atrever a tirá-lo do Poder, acredito num desfecho nada republicano, quem sabe até um derramamento de sangue. O povo brasileiro (do lado bom), e que é a grande maioria, não vai aceitar essa manobra macabra para derrubar Bolsonaro. Aviso aos navegantes!

  9. Basta. O Brasil que presta, e somos a maioria, tem que tirar esses vagabundos por meio da violência. Sim, é isso, não adianta querermos ficar limpinhos e confiantes em eleições. Não vai acontecer. STF e Congresso têm que ser renovados na base da bala.

  10. Enquanto isso, nosso querido presidente tenta buscar apoio nada ruas com os motoqueiros. O presidente está sozinho politicamente e não poderá fazer nada para mudar o rumo. Se ganhar as eleições, coisa que acho IMPROVÁVEL, continuará blefando mais 4 anos? Isso não acaba bem para nenhum dos lados e não tem solução. E estou sendo OTIMISTA. País com uma imprensa dessa, um STF desse, um congresso tosco desse e um presidente “machocho” onde só rosna e nso morde, não tem um futuro muito bom.

  11. A Revista Oeste é um oásis neste deserto de lama! É o melhor investimento que fiz!! Uma assinatura anual é o mesmo preço que uma peça simples de roupas.

  12. Fiuza, assisti boa parte desse circo que apoiado pela grande, velha e decadente imprensa tradicional, leva-nos crer que 2022 há sérios riscos de fraudes nas seguras urnas eletrônicas que o ministro Barroso apregoa, mas também não consegue provar.
    Portanto Fiuza, vamos urgentemente divulgar o que é o VOTO IMPRESSO, e sua necessária aprovação até set/21 para estar implantado nas acirradas eleições de 2022. Só ele evitará graves conflitos sociais, porque poucos acreditaram na TRANSPARÊNCIA das urnas eletrônicas. Como disse Bolsonaro em live, se LULA vencer em 2022 com o VOTO IMPRESSO, paciência, indicará mais 2 ministros para o STF.
    Lembro que o ESTADÃO de 25/06 publica em primeira página que LULA tem 49 % e Bolsonaro 23% em recente pesquisa eleitoral. Imagina então em Out/22 quanto será o resultado da derrota acachapante do Bolsonaro?

  13. É, amigos, em 2022, se não elegermos deputados e senadores verdadeiramente compromissados com o futuro do Brasil, aí que este país afunda de vez. Estamos vendo que um presidente não faz nada sem respaldo do legislativo. Precisamos eleger bons candidatos, conservadores em relação aos costumes, mas liberais na economia. Com uma bancada robusta, poderemos aprovar grandes projetos, eleger presidentes da Câmara e do Senado, e ter força para colocar o STF em seu devido lugar. Nesse cenário, o PR Bolsonaro iria transformar isso aqui em uma potência de uma vez por todas.

    1. Perfeito Natan, como acredito que as urnas vão continuar não sendo auditáveis, temos que bater na tecla de elegermos deputados e senadores compromissados com os nossos ideais, só assim poderemos reverter o aparelhamento dos últimos trinta anos.

  14. Perfeito Fiuza. Na próxima semana deve ter a 2a edição com mais 20 constatações. Andam chamando de CPI do Circo. Guardo na memória que circo era lugar de diversão misturada com tensão, expectativas e risos. Não vejo nada disso nessa comissão. Se for comparar com atrações da minha infância diria que mais parece com o Trem Fantasma: você não enxerga nada e de repente aparece alguma situação inesperada que assusta, mas é pura ilusão. Esse pessoal é bom em criar ilusões.

  15. Parabéns Fiuza, nos meus 72 anos, desde que me conheço por gente, me decepciono com os governantes do meu País. Digo é o nosso estágio de desenvolvimento, é nosso povo sem estudo, é nossa mídia marota e interesseira, mas agora, não tenho mais estômago. A toga abraçou a causa, a imprensa abraçou a causa e todo mundo que se pensa intelectual, bonzinho, do bem, abraçou a causa, enfim, todos os que viviam as custas dos impostos pagos por nós, e são um exército de gente, abraçou a causa, querem todos as benesses que a nós povo é negada. Como dizia o Jô num quadro dele “me tira o tubo”.

  16. Essa elite intelequitual faz jus à uma çepeí como essa daí. Os que es alfabetizaram antes desse método paulofreiriano, tem muita dificuldade em entender essa nova geração e muitos também daquela época que não foram alfabetizados o suficiente. Estúpidos sempre existiram.

  17. Fiuza, vou ler o seu livro Fake Brazil para ver se ainda encontro ânimo e esperanças para esse país. Está tudo invertido. O presidente perdeu a mão ao não apoiar o Weintraub, ao colocar lenha na fogueira contra o Moro. Não me interessa saber quem errou mais, os que torcem contra o Brasil bateram palmas e continuam ganhando poder a cada momento que passa. Esse Circo Parlamentar de Inquisição não tem graça, é sério e custa caro aos pagadores de impostos. A perseguição a vozes contrárias ao totalitarismo já iniciou, seja jornalista, deputado ou empresário, ninguém está livre. Deus abençoe esse país. Por mim, já teria aproveitado a concentração de criminosos e já teria mandado tudo para a cadeia.

    1. Só posso parabenizar você Fiuza por ter toda a paciência do mundo para relatar e destacar em parágrafos todos os fatos grotescos da CPI.Mas o parágrafo marcante é da cantora e cientista que nunca sequer tratou um caso de covid,nunca deu plantão algum em Hospital de referência de tratamento de covid e por acaso,uma conhecida contou que é esquerdista de iPhone , não trabalha e mora no mesmo prédio que ela em Belo Horizonte.Coincidencias do acaso.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.