Covas adia carnaval de São Paulo: ‘maio ou julho’

Carnaval no inverno? Prefeito disse estar em conversas com outras cidades para bater o martelo sobre a data, mas que não vai concorrer com São João do Nordeste.
-Publicidade-
Bloco de carnaval na Avenida Faria Lima em São Paulo: em 2021, foliões terão de usar roupas de inverno... | Foto: Governo do Estado de São Paulo
Bloco de carnaval na Avenida Faria Lima em São Paulo: em 2021, foliões terão de usar roupas de inverno... | Foto: Governo do Estado de São Paulo | bruno covas, adia, carnaval, cidade de são paulo, prefeitura de são paulo, adiamento, coronavírus

Prefeito disse estar em conversas com outras cidades para bater o martelo sobre a data, mas que não vai concorrer com São João do Nordeste

bruno covas, adia, carnaval, cidade de são paulo, prefeitura de são paulo, adiamento, coronavírus
Bloco de carnaval na Avenida Faria Lima em São Paulo: em 2021, foliões terão de usar roupas de inverno… | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Depois de cancelar o réveillon, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou nesta sexta-feira, 24, que o carnaval está oficialmente adiado na capital paulista.

-Publicidade-

“Estamos definindo ou final de maio ou começo de julho. Estamos definindo isso em conversa com outras cidades, para que possa haver um movimento conjunto”, disse o prefeito durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. “Adiamos os preparativos para fevereiro do ano que vem para ter uma segurança. É claro que esta data pode ser revista mais para a frente, como aconteceu com a Parada e a Marcha”.

A Parada LGBTQ+ acabou cancelada, assim como a Marcha para Jesus.

(Falando em cancelamento, o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 também não vai acontecer. É a primeira vez desde 1973 que a cidade fica fora do calendário do esporte. Bruno Covas tanto fez que convenceu os dirigentes — juntamente com seu mentor, o governador João Doria — de que não era sanitariamente seguro trazer os pilotos e equipes para cá. Ele até tentou desfazer a imagem de insegurança em conversas, mas depois de tantas coletivas alarmistas, o não veio mais rápido que um dos carros da modalidade.)

O prefeito conversou tanto com as escolas de samba quanto com tradicionais blocos que desfilam na cidade e definiu apenas que não fará o carnaval em junho, para não concorrer com a festa de São João do Nordeste.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.