Mourão: Brasil precisa ‘conquistar’ a narrativa sobre a Amazônia

Vice-presidente da República afirma que há três grupos que disseminam informações falsas a respeito da região
-Publicidade-
O vice-presidente Hamilton Mourão | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
O vice-presidente Hamilton Mourão | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | hamilton mourão - narrativa sobre a amazônia

Vice-presidente da República afirma que há três grupos que disseminam informações falsas a respeito da região

hamilton mourão - narrativa sobre a amazônia
O vice-presidente Hamilton Mourão. De acordo com ele, governo está perdendo narrativa sobre a Amazônia. Mas ele quer mudar essa história
Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

O governo federal precisa trabalhar bem a comunicação para “conquistar o domínio da narrativa” do que ocorre na região amazônica. Vice-presidente da República e coordenador do Conselho Nacional da Amazônia Legal, Hamilton Mourão afirma ser preciso organizar-se para desmentir o que é propagado por três grupos distintos.

Leia mais: “‘A Amazônia é cada vez mais brasileira’, diz Bolsonaro”

De acordo com Mourão, a realidade da Amazônia é primeiramente distorcida no Brasil e no exterior pelo grupo político que se opõe ao presidente Jair Bolsonaro. Posteriormente, há quem forme o bloco em que impera o interesse econômico em enfraquecer o agronegócio do país. Por fim, ele avalia que há o que chama de ambientalistas “radicais”.

“Temos que ter uma estratégia de comunicação”

“Precisamos conquistar o domínio da narrativa”, disse Mourão ao conceder entrevista na tarde desta terça-feira, 8, ao canal no YouTube editado pelo advogado e colunista Carlos Alberto Di Franco. “Temos que ter uma estratégia de comunicação que nos permita nos contrapor com fatos e acontecimentos”, declarou o vice-presidente. Para isso, ele conta com a ajuda do Ministério das Comunicações, da assessoria de imprensa dos demais ministérios, das embaixadas brasileiras espalhadas mundo afora e até da iniciativa privada. “Ainda não conseguimos furar essa bolha [da narrativa]”, concluiu Mourão.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comments

  1. A maioria desses canalhas, burros ou mau intencionados, nunca estiveram na floresta amazônica. São os verdadeiros vendilhões da pátria Brasil.

  2. Temos a certeza de que um encontro do Mourão com digníssima Carmen Lúcia, 1 encontro apenas, será suficiente p o Mourão colocá-la em sintonia com os problemas de agressão a que sofremos em NOSSAS TERRAS. Sensível q a nobre inquisitora é às causas e coisas nacionalistas, certamente poderá ser a nossa representante, nossa artista principal, na divulgação das riquezas e mazelas da Amazônia, oportunidade em que devemos incluir tbm o pantanal, nossas lindas praias, o sertão com água do Velho CHICO jorrando. Como os voluntários do Barroso, que se unam à Carmen a Camila Pitanga e o José de Abreu pelo menos, e vamos todos mostrar que nossas riquezas tem dono, é que somos um só partido,
    um POVO unido e esperançoso, receptor e trabalhador . Que o POVO BRASILEIRO tbm é dono do alimento que produz, e em breve nossos commodities não mais estarão sendo usurpados, ou mesmo trocados apenas por bananas, pois aqui no trópico tbm as temos…e muitas até pensantes!

  3. Não precisa conquistar nada Mourão, chega pra lá que tu é só vice, depois desse mandato tu não existe mais na política. A amazônia não está sendo destruida como muitos dizem. O fogo pode ser por causa natural ou ONGS, só nos resta saber qual dos dois tem mais volume na floresta.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site