O erro de um larápio

Para colunista da Revista Oeste, Geddel Vieira Lima cometeu equívoco ao escolher local para esconder quantia milionária
-Publicidade-
O ex-ministro Geddel Vieira LIma | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
O ex-ministro Geddel Vieira LIma | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | geddel vieira lima - dinheiro - toffoli - pf

Para colunista da Revista Oeste, Geddel Vieira Lima cometeu equívoco ao escolher local para esconder quantia milionária

geddel vieira lima - dinheiro - toffoli - pf
O ex-ministro Geddel Vieira LIma | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Preso em 2017, depois que a Polícia Federal encontrou em um apartamento seu R$ 51 milhões em dinheiro vivo, o ex-ministro Geddel Vieira Lima deveria ter escondido o dinheiro em outro local, ironiza Augusto Nunes. De acordo com o colunista da Revista Oeste, o Senado Federal faria o político escapar dos agentes da PF.

Divulgada por meio de postagem no Twitter na noite desta quarta-feira, 22, a provocação de Nunes ocorre um dia após os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, serem responsáveis por decisões contrárias ao livre trabalho dos policiais federais — e em favor do senador José Serra (PSDB-SP).

Alvo de operação que investiga crime de caixa dois, Serra teria seu gabinete vasculhado por agentes. Alcolumbre, no entanto, barrou a entrada dos policiais federais no local. Posteriormente, Toffoli suspendeu a ordem de que o gabinete do tucano fosse alvo de busca e apreensão.

Dinheiro em apartamento

Ex-deputado federal e ex-ministro, Geddel foi preso depois que a Polícia Federal apreendeu R$ 51 milhões em espécie em seu apartamento em Salvador. Condenado, ele deixou a cadeia na semana passada, graças ao STF. Conforme noticiou Oeste, Toffoli foi responsável pela decisão que permitiu ao ex-parlamentar cumprir prisão domiciliar.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Mas se o Geddel tivesse feito isso, certamente iria perder uns 30 por cento da grana. 15% para o Batoré e mais 15% para o juiz de araque.

    1. A observação de Augusto Nunes foi perfeita, tanto quanto a do amigo Alberto. Conseguimos colocar um bando de corruptos no Parlamento e esse, outros no STF.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site