Cientistas alemães atingem recorde de temperatura negativa

Pesquisa da universidade de Bremen se aproxima do zero absoluto
-Publicidade-
Foto: Reprodução Simon/Pixabay
Foto: Reprodução Simon/Pixabay

A temperatura mais fria possível é considerada -273,15 C, quando as moléculas ficam totalmente paralisadas. É o chamado “zero absoluto”, ou zero graus na escala Kelvin.

Cientistas da Universidade de Bremen, na Alemanha, chegaram o mais próximo possível dessa marca – apenas 38 trilionésimos de grau acima do zero. Segundo o site CanalTech, para chegar a esse recorde os cientistas simularam as condições físicas do vácuo espacial. A experiência foi realizada em parceria com a Agência Espacial Europeia.

Leia mais:Prêmio Nobel não terá cotas de ‘gênero ou etnia’, afirmam organizadores

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.