Computador ‘mais rápido do mundo’ está em construção

Facebook está desenvolvendo um novo supercomputador de inteligência artificial, que deve ficar pronto ainda neste ano
-Publicidade-
A Meta, dona do Facebook, acredita que o aparelho irá ajudar a manter as pessoas mais seguras nas redes sociais
A Meta, dona do Facebook, acredita que o aparelho irá ajudar a manter as pessoas mais seguras nas redes sociais | Foto: Reprodução/Flickr

A Meta, dona do Facebook, está desenvolvendo um novo supercomputador de inteligência artificial. O anúncio foi feito na segunda-feira 24, e a empresa espera que o aparelho seja o mais rápido do mundo.

Segundo comunicado, o novo computador ajudará a montar modelos de inteligência artificial mais avançados, que poderão aprender com trilhões de exemplos, trabalhar em centenas de idiomas e analisar textos, imagens e vídeos juntos. O objetivo é que, a partir dessa análise, o supercomputador aponte se determinado conteúdo publicado nas redes sociais pode ser prejudicial.

“Essa pesquisa não apenas ajudará a manter as pessoas seguras em nossos serviços hoje, mas também no futuro, à medida que construímos o metaverso”, informou a empresa de Mark Zuckerberg à agência de notícias Reuters.

-Publicidade-

A Meta salientou que o aparelho está entre os supercomputadores de inteligência artificial mais rápidos em execução.

Metaverso

A companhia de Mark Zuckerberg mudou seu nome corporativo em outubro para Meta, para refletir seu foco no conceito de metaverso, que é visto pela empresa como a próxima fronteira da internet móvel.

O metaverso refere-se a ambientes virtuais compartilhados, que poderiam ser acessados por meio de diferentes dispositivos.

O termo surgiu há 30 anos, no livro de ficção científica Snow Crash, escrito pelo romancista Neal Stephenson. Em linhas gerais, o metaverso é um mundo virtual que imita a realidade. No metaverso, as pessoas interagem entre si usando avatares (bonecos personalizados que representam a pessoa nesse universo).

Leia também: “Metaverso: muito além do Facebook”, reportagem de Cristyan Costa publicada na edição 94 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.