Revista Oeste - Eleições 2022

França proíbe termos de origem inglesa usados em esportes eletrônicos

Expressões e palavras não podem mais constar em documentos formais
-Publicidade-
As mudanças foram publicadas nesta semana e já estão valendo
As mudanças foram publicadas nesta semana e já estão valendo | Foto: Divulgação/Pixabay

A França proibiu funcionários públicos de usarem de maneira formal palavras e expressões em inglês que são comuns em jogos de videogame e de computador.

As mudanças foram publicadas na edição da terça-feira 31 no Diário Oficial da República Francesa e já estão em vigor.

O texto determina que os jargões de origem inglesa sejam banidos, além do vocabulário dos funcionários públicos, de publicações e documentos oficiais. Segundo o jornal inglês The Guardian, a justificativa das autoridades francesas é preservar o idioma pátrio.

-Publicidade-

Os termos

Os termos pro-gamer e streamer, por exemplo, agora devem ser substituídos, respectivamente, pelas versões francesas joueur professionnel (jogador profissional, em português) e joueur-animateur en direct (jogador apresentador ao vivo), aprovadas pelo governo.

A medida se estende também para setores de tecnologia, que devem substituir, por exemplo, o termo cloud gaming por jeu video en nuage (jogos em nuvem).

Segundo o Ministério da Cultura da França, o setor de videogames está repleto de expressões inglesas, que atuam como uma “barreira ao entendimento” a quem não é familiarizado com o mundo dos jogos.

A pasta informou que especialistas fizeram buscas em sites e revistas de videogame para checar se termos em francês equivalentes às expressões em inglês já existiam. Ao desestimular o uso de palavras e expressões estrangeiras, o governo espera que a população se comunique com mais facilidade.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.