GM investe US$ 300 milhões em startup chinesa de carros elétricos

Acordo com a Momenta tem como objetivo ‘acelerar o desenvolvimento de tecnologias de autocondução’
-Publicidade-
O veículo elétrico Wuling Hong Guang Mini EV
O veículo elétrico Wuling Hong Guang Mini EV | Foto: Divulgação/Wuling

A General Motors (GM) anunciou ontem, quinta-feira 23, aporte de US$ 300 milhões na Momenta, uma startup da China que trabalha com tecnologias autônoma e elétrica para o desenvolvimento de veículos. Com isso, a montadora espera acelerar o desenvolvimento de tecnologias de autocondução.

“Os clientes na China estão adotando a eletrificação e a tecnologia avançada na direção autônoma mais rapidamente que em qualquer outro lugar do mundo”, afirmou o vice-presidente-executivo da GM na China, Julian Blissett. “O acordo acelerará nossa implantação de soluções de próxima geração feitas sob medida para os consumidores na China.”

Segundo as empresas, não há data para o lançamento do novo veículo.

-Publicidade-

Histórico de investimentos no setor

Em junho deste ano, a GM anunciou investimento de US$ 35 bilhões em tecnologias de autocondução e de veículos elétricos, com aportes contínuos até 2025. Esse montante é dedicado ao desenvolvimento do setor de inteligência de veículos da empresa.

Leia também: “Uso de drones em atividades agropecuárias é regulamentado”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.