Revista Oeste - Eleições 2022

Maior startup da América Latina promove demissões no Brasil

A Kavak cortou funcionários em São Paulo e no Rio de Janeiro
-Publicidade-
O negócio da Kavak consiste em simplificar a compra e a venda de automóveis seminovos e usados
O negócio da Kavak consiste em simplificar a compra e a venda de automóveis seminovos e usados | Foto: Divulgação

A maior startup da América Latina, a mexicana Kavak está reduzindo as operações em São Paulo e no Rio de Janeiro, os dois principais mercados no Brasil. Ao menos 150 funcionários foram demitidos desde março nas duas cidades, segundo reportagem do jornal Estado de S. Paulo de quarta-feira 8.

A Kavak é uma companhia com uma proposta inovadora, tendo como sua principal aliada a tecnologia do mercado de venda e compra de veículos seminovos. Segundo ex-funcionários, os desligamentos aconteceram por causa do mau desempenho do negócio.

Nesta semana, a loja de automóveis em Nova América, no Rio de Janeiro, demitiu entre 40 e 50 funcionários de diferentes departamentos. Mais cortes ocorreram em outras unidades da cidade, chegado a cem pessoas.

-Publicidade-

A Kavak chegou ao Rio no começo deste ano, com planos de investir R$ 550 milhões e ter um inventário de 4 mil veículos na região fluminense. A estreia da operação começou com cem funcionários, com meta de mil pessoas contratadas até o fim deste ano.

Em São Paulo, onde a Kavak começou as operações em julho de 2021, mais de 50 funcionários foram desligados desde o início do ano.

A Kavak chegou ao Brasil com planos de investir R$ 2,5 bilhões no país. À época, a startup iniciou as atividades com 2,5 mil veículos com até dez anos de uso em estoque, seis lojas em São Paulo e 500 funcionários.

Apesar da remodelação nas duas cidades, em 4 de junho, a Kavak abriu operações em Belo Horizonte (MG).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Existe a fase Startup, que é feita com o dinheiro dos outros, onde tudo é festa e todas as pessoas são felizes e se amam verdadeiramente.

    Existe a fase Startdown, que ocorre quando acaba o dinheiro dos outros, onde o clima é de velório e todas as pessoas ficam tristes e mostram que não se amavam tanto assim.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.