Startup cresce 300% ao ano alugando carros

Turbi considera expandir os negócios para além do Estado de São Paulo
-Publicidade-
A frota da empresa contava com cinco veículos em 2017. Agora, são 2 mil automóveis
A frota da empresa contava com cinco veículos em 2017. Agora, são 2 mil automóveis | Foto: Divulgação/Turbi

A Turbi, locadora de carros digital, conseguiu alcançar uma taxa média de crescimento de 300% ao ano. Em 2021, a expectativa no pior cenário traçado pela empresa é de aumento de 100% na receita, considerando tratar-se de um ano impactado pelo isolamento social. Em um cenário moderado, porém, a empresa espera quadruplicar seu faturamento.

“Governo promove o maior leilão do setor aeroportuário”

-Publicidade-

O posicionamento da startup de 70 funcionários é o de uma alternativa confortável por ter carros espalhados por quase 800 pontos da Grande São Paulo. A frota da empresa contava com cinco veículos em 2017. Agora, são 2 mil automóveis, e considera-se ampliar ainda mais as unidades à disposição. A direção estuda expandir os negócios para outros Estados.

“Gestora britânica de R$ 530 bilhões mantém otimismo com economia brasileira”

A força motriz do negócio é o desapego. O público da Turbi concentra motoristas que deixaram de ter ou nunca compraram um carro porque o tempo de uso era pequeno. Há também as pessoas que têm alguma necessidade específica, como o aluguel de um SUV para uma viagem mais confortável.

Com informações da CNN Brasil

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.