WhatsApp libera opção de reagir a mensagens

Funcionalidade é semelhante ao recurso já disponível no Instagram e no Telegram
-Publicidade-
WhatsApp libera reações | Foto: Divulgação
WhatsApp libera reações | Foto: Divulgação

O WhatsApp começou a liberar nesta sexta-feira, 6, o recurso de reações a mensagens com emojis. A chegada da nova funcionalidade está sendo distribuída aos poucos para os sistemas Android e iOS. A ideia, segundo a Meta, que controla o aplicativo, é economizar o tempo do usuário e tornar as conversas mais dinâmicas.

A funcionalidade é semelhante ao recurso já disponível no Instagram e no Telegram. Por enquanto, há apenas seis opções de figurinhas para selecionar: 👍❤️😂😮😢🙏. A empresa não dá um prazo para que todos possam usar as reações, mas diz que isso será possível “em breve”.

-Publicidade-

O WhatsApp avisa que só é possível adicionar uma reação por mensagem. É permitido trocar a reação quando quiser. Também existe a opção de remover as reações tocando no emoji que fica registrado abaixo do conteúdo enviado. Em mensagens de grupo, somente a pessoa que enviou a mensagem recebe uma notificação quando alguém reage a ela.

Outra novidade que começa a chegar hoje ao WhatsApp é a expansão do limite de tamanho para envio de arquivos, que passa a ser 2 gigabytes. O aplicativo também vai exibir uma contagem indicativa do tempo de transferência do arquivo.

O WhatsApp também começa a liberar um aumento no limite de participantes de grupos: agora, é possível ter 512 pessoas num só grupo. A mudança, porém, ainda não vale para os brasileiros, que só terão o recurso após as eleições.

Passo a passo para atualizar

Acesse a Play Store (Android) ou a App Store (iOS) e busque por WhatsApp; na página do aplicativo, veja se há um botão verde com o título “atualizar”; clique em “atualizar” e aguarde o download; o WhatsApp vai reiniciar e estará atualizado.

Se o botão azul estiver com a mensagem “abrir” significa que o seu app já tem a versão mais atual disponível. Nesse caso, é preciso verificar novamente após alguns minutos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Do jeito que andam as coisas, a comunicação entre os indivíduos no futuro só será através de símbolos, um retorno aos tempos dos hieróglifos. Linguagem de débeis mentais e preguiçosos. Fico pensando por que se dispensou tanta energia mental para se produzir grandes obras na filosofia, literatura, etc… nesses últimos 3.000 anos, para se chegar a esse tipo de comunicação primitiva, sensorial? Coisa de retardados.

    1. Verdade . Pior é a linguagem neutra tem amaciante usando o S no final do produto, eu fui professora durante 30 anos e foi difícil entender( cair a ficha) . Imagina minha funcionaria (cozinheira ),ficou sem saber o que era., mesmo porque ela veio de uma comunidade Quilombola

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.