Arábia Saudita suspende importação de 5 frigoríficos do Brasil

Decisão está relacionada ao 'mal da vaca louca' identificado pelo governo brasileiro no início do mês
-Publicidade-
Cortes de carne bovina armazenados em frigorífico | Foto: Francisco Javier Catalina/Flickr
Cortes de carne bovina armazenados em frigorífico | Foto: Francisco Javier Catalina/Flickr

A Arábia Saudita suspendeu as importações de carne bovina de cinco empresas frigoríficas de Minas Gerais. O documento foi publicado pela Saudi Food and Drug Authority, agência governamental que regula alimentos e medicamentos no país, com data de vigência em 6 de setembro. Os nomes dos frigoríficos alvos do embargo não foram divulgados.

Em nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que o motivo da suspensão está relacionado aos dois casos de “mal da vaca louca” identificados no início de setembro. “Estão sendo realizadas reuniões, mas não há ainda previsão sobre a retirada das suspensões”, disse a pasta.

Leia mais: “OIE garante: casos de ‘vaca louca’ não representam risco à pecuária brasileira”

-Publicidade-

A decisão saudita entrou em vigor justamente no dia em que a Organização Mundial de Saúde Animal concluiu que os dois casos da doença, identificados em Minas Gerais e Mato Grosso, não representam risco para a cadeia de produção bovina brasileira.

Em maio, a Arábia Saudita já tinha interrompido as compras de carne de aves de 11 frigoríficos do Brasil, entre eles, sete unidades da Seara, marca controlada pela JBS. Esses embargos ainda não foram retirados.

Leia também: “Pecuaristas defendem exportação de animais vivos”

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro