1º semestre tem volume recorde de apreensões de recursos do crime na fronteira

No período, 388 toneladas de droga saíram de circulação
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Polícia Federal
Foto: Divulgação/Polícia Federal

No primeiro semestre deste ano, as apreensões de recursos do crime organizado nas fronteiras brasileiras cresceram 500%, quando a comparação é feita com igual intervalo em 2020. No período, R$ 1,4 bilhão foi retirado desses criminosos através do recolhimento de drogas, produtos contrabandeados e bloqueio de recursos pelo programa Vigia — uma iniciativa que integra o trabalho de forças de segurança (federais, estaduais e municipais) nos limites do país sob coordenação do Ministério da Justiça. Entre janeiro e junho, 388 toneladas de drogas saíram de circulação (alta de 12,4%) e 4 mil pessoas foram presas (aumento de 43%).

Leia também: “Brasil apreendeu 673 toneladas de drogas nas fronteiras em 12 meses”

De acordo com o site Poder360, o valor arrecadado nos primeiros seis meses de 2021 com o leilão de bens oriundos das apreensões é um recorde: R$ 162 milhões até o dia 21 de junho. Em 2020, a segunda maior marca, a quantia atingiu R$ 141 milhões. Há dois anos, o governo federal facilitou a venda desses recursos com a MP 885.

-Publicidade-

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro