Antes de confirmar reinfecção pelo coronavírus, Doria disse que estava ‘resfriado’

Governador de São Paulo participou de eventos que reuniram mais de 50 pessoas no Palácio dos Bandeirantes
-Publicidade-
Governador João Doria contraiu a covid-19 pela segunda vez
Governador João Doria contraiu a covid-19 pela segunda vez | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Citado neste domingo, 18, pelo presidente Jair Bolsonaro, que colocou em dúvida a eficácia da CoronaVac, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), segue se recuperando de uma reinfecção pelo novo coronavírus. O tucano, que já havia contraído a covid-19 em agosto de  2020, testou positivo para a doença pela segunda vez. Como Oeste registrou, o anúncio oficial foi feito na quinta-feira 15.

Antes de ter o diagnóstico confirmado, o governador paulista participou de dois eventos que reuniram mais de 50 pessoas no Palácio dos Bandeirantes, sede da administração estadual. Na manhã do próprio dia 15, Doria se reuniu com prefeitos e secretários em uma das salas do palácio. Em seguida, participou de uma reunião sobre o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que será disputado na capital paulista. Várias pessoas se sentaram próximas umas das outras, sem respeitar o distanciamento social.

Leia mais: “Doria testa positivo para covid-19 pela segunda vez”

-Publicidade-

Na segunda-feira 12, o governador de São Paulo esteve no Memorial da América Latina para participar de um evento promovido pela Secretaria Estadual de Educação. Cerca de 900 pessoas estiveram no local. Dois dias depois, na quarta-feira 16, durante a entrevista coletiva em que anunciou informações sobre o combate à covid-19 no Estado, Doria estava visivelmente abatido e foi indagado por um repórter sobre seu estado de saúde. O tucano tossiu e assoou o nariz algumas vezes durante a coletiva.

Leia também: “Bolsonaro defende nova medicação para tratamento precoce contra covid-19”

“Obrigado pela preocupação comigo, se é este o seu interesse. Estou ligeiramente resfriado e com coriza”, limitou-se a responder Doria, de forma ríspida. No dia seguinte, veio a confirmação do teste positivo para a covid-19. O governo de São Paulo, em nota, informou que o governador não sabia que estava infectado novamente pelo novo coronavírus quando participou dos eventos ao longo da semana.

Como dito por Jair Bolsonaro nesta manhã, o tucano se vacinou com as duas doses da CoronaVac — a primeira em maio e a segunda em junho deste ano.

Leia também: “Precisamos falar sobre a CoronaVac”, reportagem de Paula Leal publicada na Edição 67 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site