Anvisa aprova registro definitivo da vacina da Oxford

Trata-se do segundo imunizante contra a covid-19 que obteve a autorização final da agência para uso no país
-Publicidade-
Imunizante contava apenas com o registro para uso emergencial
Imunizante contava apenas com o registro para uso emergencial | Foto: Luis Lima Jr/FotoArena/Estadão Conteúdo

Além de liberar o antiviral Remdesivir para o tratamento de pacientes com covid-19, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu nesta sexta-feira, 12, o registro definitivo para a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca.

Leia mais: “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford”

-Publicidade-

O imunizante já vem sendo utilizado para a vacinação dos brasileiros contra a covid-19, mas em caráter emergencial. Com isso, o país agora conta com duas vacinas que receberam o registro definitivo: Oxford/AstraZeneca e Pfizer.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) havia formalizado o pedido de registro definitivo para o imunizante no dia 29 de janeiro.

Leia também: “EUA podem enviar vacinas da AstraZeneca para o Brasil, diz jornal”

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.