EUA podem enviar vacinas da AstraZeneca para o Brasil, diz jornal

Trinta milhões de doses do imunizante estão armazenadas em uma unidade do laboratório em Ohio
-Publicidade-
Vacina produzida pela Universidade de Oxford ainda não foi aprovada para uso emergencial nos EUA
Vacina produzida pela Universidade de Oxford ainda não foi aprovada para uso emergencial nos EUA | Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

Em meio à dificuldade do governo brasileiro de adquirir mais doses de vacinas contra a covid-19, o país pode receber uma ajuda considerável nos próximos meses. De acordo com reportagem publicada no New York Times, o governo do presidente Joe Biden, dos Estados Unidos, analisa a viabilidade de repassar ao Brasil e a outros países algumas dezenas de milhões de doses do imunizante produzido pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca.

Leia mais: “‘Anvisa’ da UE recomenda aprovação da vacina da Johnson”

A vacina de Oxford ainda não recebeu autorização para uso emergencial nos EUA, mas já vem sendo aplicada no Brasil, embora com doses insuficientes para a vacinação em massa. “Outros governos entraram em contato com o governo americano para falar sobre a doação das doses da AstraZeneca. Nós pedimos ao governo americano para que considere esses pedidos”, afirmou Gonzalo Viña, porta-voz do laboratório, ao jornal. “Se essas doações acontecerem, vamos buscar orientação do governo americano para repor essas doses nos EUA.”

-Publicidade-

Neste momento, os EUA contam com 30 milhões de doses do imunizante armazenadas em uma unidade da AstraZeneca no Estado de Ohio. Como o laboratório ainda não concluiu os testes da fase 3 no país, as vacinas não podem ser aplicadas na população americana. Além do Brasil, o governo Biden estuda enviar doses para o Reino Unido e alguns países da União Europeia.

Leia também: “Dinamarca suspende uso da vacina da Oxford/AstraZeneca”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site