Carlos Arthur Nuzman é condenado a 30 anos de prisão

Dirigente é acusado de ter participado do pagamento de propina a membros do COI em troca de votos para Rio-2016
-Publicidade-
Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do COB, foi condenado a 30 anos de prisão
Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do COB, foi condenado a 30 anos de prisão | Foto: Agência Estado

O ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Carlos Arthur Nuzman foi condenado a 30 anos, 11 meses e oito dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

A sentença foi proferida pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

-Publicidade-

O dirigente é acusado de ter participado do pagamento de propina a membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) em troca de votos para o Rio de Janeiro ser escolhido a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Bretas  também condenou o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e o ex-diretor da Rio-2016 Leonardo Gryner, ambos acusados de envolvimento no esquema. Cabral foi sentenciado a dez anos e oito meses de prisão por corrupção passiva. Gryner, por sua vez, a 13 anos e 10 meses por corrupção passiva e organização criminosa.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os três participaram do pagamento de US$ 2 milhões ao senegalês Lamine Diack, ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo, em troca de votos para o Rio.

A decisão tem como base as investigações da Operação Unfair Play, que investigou a compra de votos. Nuzman ainda pode recorrer em liberdade.

Em 2017, Nuzman foi preso pela Polícia Federal (PF) em sua casa, no bairro do Leblon, no Rio. O dirigente comandou o COB por 22 anos.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.