CNN Brasil perde 28% de audiência em outubro

Trata-se do pior ibope registrado pela emissora em 2021
-Publicidade-
A CNN Brasil registrou o pior ibope do ano em outubro
A CNN Brasil registrou o pior ibope do ano em outubro | Foto: Reprodução/Redes sociais

A CNN Brasil perdeu 28% de sua audiência em outubro, revelou o Painel Nacional de Televisão. Trata-se do pior ibope registrado pela emissora em 2021.

O canal registrou 0,05 ponto de média no mês passado, o equivalente a 36 mil telespectadores ativos por minuto. Em setembro, por sua vez, a CNN Brasil registrou 0,07 ponto de média, o equivalente a 50,4 mil pessoas sintonizadas.

Leia mais: “Globo em crise”, reportagem de Cristyan Costa publicada na Edição 85 da Revista Oeste

-Publicidade-

Nos demais meses deste ano, a emissora oscilou entre 0,06 e 0,08 ponto, sempre atrás da Record News e da GloboNews.

Lançada há 20 meses, a CNN Brasil registrou recorde de audiência em abril de 2020, quando alcançou a marca mensal de 0,13 ponto.

Concorrência

Os canais pagos ganharam um novo concorrente no fim do mês passado: a Jovem Pan News TV, que fez sua estreia em 27 de outubro. Conforme noticiou Oeste, os principais destaques no primeiro dia da emissora foram as entrevistas com o presidente Jair Bolsonaro, ao Jornal da Manhã e ao Pânico, e o desempenho de Os Pingos nos Is, sucesso absoluto no Brasil.

A Jovem Pan firmou acordos com as três maiores operadoras de TV paga no país: Claro, Sky e Vivo. A emissora pode ser acompanhada por cerca de 85% dos assinantes desses serviços em todo o país. Até o fim do mês passado, esteve nas frequências 581 do Vivo Play (plataforma de TV por assinatura da Vivo), 576 da Sky, no aplicativo de streaming DirecTV Go e na Oi Play.

Leia também: “O tombo da velha mídia”, reportagem de Dagomir Marquezi publicada na Edição 54 da Revista Oeste

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

23 comentários Ver comentários

  1. CNN, Globo, Band estão deletados do menu de canais da minha tv, não assisto e ainda faço campanha contra. São espalhadores de mentiras, bandidos, covardes… Quero que quebrem a cara. Tô na JP.

    1. Uma emissora de notícias que mantém jornalistas do nível da Daniela Lima perde a credibilidade, e daí, sem credibilidade = – audiência. Que se ferrem.

  2. Esse é o preço de adotar uma postura ideológica, investir na “lacração” e transmitir inverdades à população. Consequência da postura da emissora em relação à verdade e ao povo.

  3. Comunas não nos surpreendem mais. Desliguei há mais de 3 meses, ao concluir que a TV Cultura, CNN e globolixo estão em conluio. O jornalismo doente que se deixa levar por dorias e fhcs, por dinheiro fácil.
    A HORA É A DA VERDADE GAROTADA!!
    Como está a audiência do Felipe Moura Cuba? Por falar em Cuba, como está a audiência de Reinaldo Azevedo? Fo Maynard? Vai pedir licença do manhattan como o fez Jereissati no senado prá se dedicar ao deleite, investindo no traidor da Pátria Moro/PSDB? Agora podemos?

  4. O jornalismo militante já cansou a beleza dos telespectadores, como diz Fiuza. Os jornalistas da CNN respeitaram por 15 dias a “suposta” isenção. Aí, viram que o CEO era fraco, não tinha pulso pois contratou 49 jornalistas comunistas(sic) e 2 jornalistas capitalistas. Aí não dá certo. Teria que ser 51 comunistas ou 51 capitalistas. Quem ficar em minoria vai ter jm relacionamento tóxico. A Globo não tem nenhum jornalista de direita. E agora a CNN e Band também não.

  5. Deixei de assistir o noticiário da CNN, está com mesmo editorial da velha imprensa, de imparcial não tem nada. Sempre admirei o William Waack em seus programas de entrevistas, mas agora estou decepcionado. Caio Copola é que dava show na CNN.

  6. CNN tentou ser diferente mas copiou o ódio da Globo ao governo Bolsonaro com pior qualidade. Insuportável assistir ex globais destilando ódio. Finalmente temos na JP uma TV imparcial e plural que nos permite ver criticas e elogios às ações do governo Bolsonaro.

  7. A CNN Brasil começou com um discurso de imparcialidade enganando os “assinantes”. Mudou. É uma espécie de “João Dória”, que traiu seus eleitores ao abandonar a prefeitura, isso sem falar do “BolsoDoria”.

  8. Acho bastante curiosa a técnica da imprensa que realiza as coisas sempre do mesmo jeito e aguardam resultado diferente.
    Os jornaleiros das redações são sabidamente pessoas de esquerda, mas…
    O POVO BRASILEIRO É MAJORITARIAMENTE CONSERVADOR.

    1. Em tempo : o investidor da CNN Brasil não é esquerdista , pelo contrário é empresário nato e tudo que põe a mão vira ouro .
      Deixou a administração em mãos errôneas ,
      mas com certeza pode haver uma mudança na administração da CNN e as coisas voltarem ao eixo , imparcialidade é o que pessoas inteligentes querem e percebem num piscar de olhos , até que isto ocorra estaremos com a jovem pan news .
      Avante Brasil , avante brasileiro !!!!!!

      1. Diria para o dono da CNN ler BRENDAN O NEILL , da Spiken, aqui na OESTE, que ele terá noção da onde está errando. Depois pode pedir uns conselhos do Augusto Nunes, do Pingos no Is da Jovem Pan, de como se faz jornalismo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.