Covid-19: Queiroga confirma barreiras sanitárias em aeroportos e rodoviárias

Ministro da Saúde também anunciou o envio de 600 mil testes rápidos de detecção da covid-19 ao Maranhão, primeiro Estado do país a registrar a nova cepa
-Publicidade-
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirma que o país está agindo rápido para prevenir a disseminação da variante indiana do coronavírus
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirma que o país está agindo rápido para prevenir a disseminação da variante indiana do coronavírus | Foto: Wallace Martins/Estadão Conteúdo

Em entrevista coletiva na noite de sábado 22, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou que o governo federal vai implementar barreiras sanitárias em aeoportos, rodoviárias e rodovias de todo o país para evitar a disseminação da variante indiana do coronavírus, que já foi identificada no Maranhão e no Ceará.

A decisão foi sacramentada após uma reunião entre o ministro e o secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, que já havia pedido o aumento da fiscalização e do monitoramento.

Leia mais: “São Paulo quer barreiras sanitárias em aeroportos para conter variante indiana”

-Publicidade-

“Qualquer passageiro que tiver teste rápido positivo fará RT-PCR com a pesquisa genômica, no intuito detectarmos a possibilidade da variante indiana. Estamos atentos também a possíveis casos que podem surgir em outros Estados e a conduta será a mesma”, afirmou Queiroga.

Segundo Rodrigo Otávio Cruz, secretário executivo do Ministério da Saúde, o objetivo é fazer “uma busca ativa em locais de circulação e pontos de saída, buscando pessoas sintomáticas e assintomáticas”. “As equipes de saúde farão uma triagem dos passageiros, dos grandes equipamentos de movimentação de pessoas. A gente vai buscar as pessoas sintomáticas e assintomáticas para fazer o teste. Em caso de resultado positivo, vamos isolar e investigar para ver se o vírus corresponde a uma variante indiana.”

Leia também: “Infectado com variante indiana, tripulante de navio é intubado no Maranhão”

Envio de testes ao Maranhão

Durante a coletiva, Queiroga também anunciou que o Ministério da Saúde vai encaminhar 600 mil testes rápidos para detecção de covid-19 ao Maranhão. O material deve chegar ainda neste domingo, 23. “Não há indício de transmissão comunitária da variante indiana, mas a Vigilância em Saúde do ministério tem trabalhado fortemente”, disse o ministro.

O Maranhão foi o primeiro Estado brasileiro a registrar um caso de infecção pela variante indiana do coronavírus.

Leia também: “‘Não estamos vislumbrando’, afirma Queiroga sobre terceira onda da covid-19”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. essa cara tinha que ter culhao e difundir tratamento precoce ou preventivo seja la’ que nome queira dar e demonstrar que funciona dando exemplo de varias cidades que os prefeitos tem coragem de implantar

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro