De máscara, Bolsonaro sanciona projetos que facilitam compra de vacinas

Ministros e demais autoridades que participaram do evento também usaram acessório de proteção
-Publicidade-
Presidente usou máscara durante cerimônia em que assinou projetos sobre vacinação
Presidente usou máscara durante cerimônia em que assinou projetos sobre vacinação | Foto: Reprodução/TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro surpreendeu nesta quarta-feira, 10, ao aparecer de máscara na cerimônia em que sancionou projetos que facilitam a compra de vacinas contra a covid-19 pelo Brasil e autorizam a União, Estados e municípios a assumirem responsabilidades por eventuais efeitos colaterais causados pelos imunizantes.

Leia também: “O que falta para o Brasil acelerar a vacinação?”, reportagem de Cristyan Costa e Paula Leal publicada na Edição 50 da Revista Oeste

Além de Bolsonaro, os ministros e demais autoridades que compareceram ao evento no Palácio do Planalto também usaram máscaras e mantiveram o distanciamento social.

-Publicidade-

Leia mais: “Ministério da Saúde cita risco de parar vacinação e pede ajuda à China”

O presidente sancionou três propostas: o Projeto de Lei (PL) 534/2021, que facilita a aquisição de vacinas pelos governos federal, estaduais e municipais, além da iniciativa privada; a Medida Provisória (MP) 1.026/2021, que permite compra de vacinas antes de aval da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) e dá sete dias úteis para a agência decidir sobre a aprovação para uso emergencial de imunizantes no país;  e o PL 2.809/2020, que prorroga até o dia 31 de dezembro de 2020 a suspensão da obrigatoriedade de manutenção de metas pelos prestadores de serviço de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS).

“O Brasil está fazendo a sua parte e o governo tem mostrado o seu trabalho”, afirmou Bolsonaro. “Já foram entregues vacinas para 100% dos idosos acima dos 85 anos, entre eles a minha mãe, que tem 93 anos de idade. Até o final do ano, teremos mais de 400 milhões de doses disponíveis aos brasileiros.”

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, por sua vez, destacou a importância da vacinação em massa da população brasileira para que o país supere a pandemia. “É importante que não possamos deixar de compreender a necessidade de produção nacional. Sem a produção da Fiocruz e do Butantan, nós hoje praticamente não teríamos vacinado ninguém. E nós temos que investir cada vez mais nesse caminho”, disse.

Leia também: “Vacina da Pfizer neutraliza variante brasileira do coronavírus”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Máscaras NÃO FUNCIONAM. Fico estarrecido como a maioria das pessoas fica repetindo o monte de asneiras que a grande imprensa impõe como verdade. Ninguém pesquisa, ninguém questiona, apenas obedecem e repetem. Não há um único estudo que comprove a eficácia das máscaras em evitar o contágio viral, porém há dezenas de estudos sérios que comprovam que, além de não funcionarem, causam doenças. Leiam isso (em inglês) e deixem se ser zumbis da Folha, Globo e Estadão. https://swprs.org/face-masks-evidence/

  2. Bobagem. Toda vez que qq um deles testa postivo pra covid todos eles passam a usar máscara. É assim desde o início da pandemia. Até eu que não sou jornalista sei disso e os jornas não sabem e ficam fazendo fofoquinha. Tem jorna dizendo que Bolsonaro tá usando máscara por causa do Lula. Essa fofocada irrelevante cansa.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site