Distribuidora de energia de Brasília é privatizada

Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que a distribuição de energia na capital “ficará melhor a cargo da iniciativa privada”
-Publicidade-
Bandeira vermelha patamar 2 está vigente desde julho | Foto: Divulgação/Agência Brasil
Bandeira vermelha patamar 2 está vigente desde julho | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que a distribuição de energia na capital “ficará melhor a cargo da iniciativa privada”

Energia Elétrica
Foto: Divulgação/Agência Brasil

A CEB Distribuição, braço da Companhia Energética de Brasília, foi vendida à iniciativa privada nesta sexta-feira, 4, por R$ 2,5 bilhões. O lance foi dado pela Bahia Geração de Energia, do grupo Neoenergia. O valor mínimo para leilão era de R$ 1,424 bilhão.

-Publicidade-

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que a distribuição de energia na capital “ficará melhor a cargo da iniciativa privada”.

Leia também: “Privatização da Eletrobras é essencial para o país, diz ministro de Minas e Energia”

Para o presidente da CEB, Edson Garcia, a desestatização é um processo que vai melhorar a qualidade de distribuição no Estado: “Foi um projeto de sucesso, uma decisão corajosa, que foi muito criticada e com muita oposição. Estamos com a consciência tranquila de que foi um processo técnico e juridicamente perfeito”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro