Em novo plano contra covid-19, Campinas vai rastrear e acompanhar casos

Campanhas de conscientização também farão parte dos esforços
-Publicidade-
Campinas: novo plano para combater a covid-19 deve começar em maio
Campinas: novo plano para combater a covid-19 deve começar em maio | Foto: Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

O município de Campinas, no interior do Estado de São Paulo, deve adotar, até o começo de maio, uma nova abordagem no controle da pandemia de covid-19. O piloto será baseado no acompanhamento dos vetores de transmissão do coronavírus e em campanhas de conscientização.

As medidas foram sugeridas pelo Instituto Estáter, que há um ano estuda as curvas da covid-19 no Brasil e no mundo, e partem do princípio de que o contágio não acontece de maneira uniforme. É necessário, portanto, orientar a população para que se proteja adequadamente, evitando contrair e transmitir a doença.

Uma Unidade Básica de Saúde (UBS), no sudoeste da cidade, deve ser a primeira a receber o projeto. A área, de maior vulnerabilidade social, tem de 30 mil a 40 mil pessoas. Os agentes de saúde devem fazer boa parte do trabalho de conscientização, orientando a população sobre como conviver com o risco. Mesmo com isolamento “perfeito”, cerca de 30% das pessoas continuariam circulando na cidade, devido ao trabalho em atividades essenciais ou porque precisam ir ao supermercado. “Com ajustes simples de comportamento, é possível reduzir a transmissão, salvar vidas e desafogar os sistemas de saúde”, diz Pércio de Souza, presidente do Instituto Estáter.

-Publicidade-

Já a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas, Andrea Von Zuben, afirma que é um desafio controlar o vetor de transmissão, pois Campinas registra cerca de mil casos por dia, o que exigiria monitorar mais 6 mil pessoas diariamente (considerando a média de contatos de cada infectado). Por isso, para Von Zuben, o controle caberá especialmente à atenção primária.

Leia também: “Juiz barra prisão por desrespeito ao toque de recolher em Campinas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Durante um ano, o que se verificou no Brasil em relação à pandemia foi o debate de “torcida de futebol”. Lockdown! atendimento precoce! isolamento! siga a ciência! genocida! vacina já!… tudo aos berros no Coliseu. Debate sério e medidas inteligentes foram preteridos propositadamente. Espero que a sensatez guie a iniciativa no município de Campinas.

  2. Até que enfim alguém vai fazer o que já devia estar sendo feito há muito tempo.

    Embora bem vinda, é inacreditável que ninguém esteja fazendo essas avaliações.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.