Florianópolis avalia desobrigar o uso de máscaras

Imposição do equipamento de proteção em espaços públicos será dispensado quando 80% da população for vacinada
-Publicidade-
O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM-SC)
O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM-SC) | Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

A prefeitura de Florianópolis (SC) avalia desobrigar o uso de máscaras. Atualmente, 61,85% da população local completou o ciclo vacinal contra a covid-19. Na segunda-feira 4, o prefeito da cidade, Gean Loureiro (DEM-SC), afirmou que a utilização do equipamento de proteção não será mais imposta em espaços públicos quando a proporção de habitantes totalmente imunizados chegar a 80%.

Entre as capitais dos Estados brasileiros, Rio de Janeiro e São Paulo também já anunciaram que estudam o fim da obrigatoriedade. A imposição deve acabar em locais abertos quando 65% da população estiver com o esquema vacinal completo, conforme determinação do Comitê Científico da Prefeitura.

Em São Paulo, um estudo propõe a flexibilização quando 100% da população acima de 60 anos tiver tomado a dose de reforço da vacina, e 90% dos adultos estiverem completamente imunizados.

-Publicidade-

Leia também: “Prefeitura de Duque de Caxias decreta fim do uso obrigatório de máscara”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.