Inpe e Inmet desmentem informação sobre dados de queimadas

Painel de Monitoramento ao Risco de Incêndio do Sistema Nacional de Meteorologia vai unificar levantamentos e evitar repetição
-Publicidade-
Fachada do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
| Foto: Divulgação/INPE
Fachada do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) | Foto: Divulgação/INPE

Não é correta a informação de que os estudos e a divulgação de dados sobre incêndios florestais e queimadas deixarão de ser realizados pelo INPE. O esclarecimento consta em uma nota conjunta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), vinculado ao ministério de Ciência e Tecnologia, e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), unidade vinculada ao Ministério de Agricultura.

O posicionamento foi necessário depois de outros meios de comunicação divulgarem que os dados passariam a ser controlados no Painel de Monitoramento ao Risco de Incêndio do Sistema Nacional de Meteorologia (SNM), lançado na segunda-feira 12.

O texto informa que “o INPE continuará liderando o Programa de Queimadas junto ao Sistema Nacional de Meteorologia e todos os dados sobre queimadas e incêndios produzidos pelo Instituto continuarão disponíveis livremente para a população em geral por meio do portal http://www.inpe.br/queimadas. O trabalho e as responsabilidades da unidade de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações não sofreram nem vão sofrer qualquer alteração.”

-Publicidade-

O SNM foi criado em maio deste ano com o objetivo unificar os dados e evitar informações repetidas.

Nota na íntegra

“É errada a informação de que os estudos e divulgação de dados sobre incêndios florestais e queimadas deixarão de ser realizados pelo INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O INPE continuará liderando o Programa de Queimadas junto ao Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) e todos os dados sobre queimadas e incêndios produzidos pelo Instituto continuarão disponíveis livremente para a população em geral por meio do portal http://www.inpe.br/queimadas. O trabalho e as responsabilidades da unidade de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações não sofreram nem vão sofrer qualquer alteração. Há 60 anos o INPE/MCTI é referência internacional em pesquisas espaciais, georreferenciamento e estudos climáticos, e conta com uma equipe de pesquisadores altamente qualificados.

O Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) é composto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), unidade vinculada ao ministério de Ciência Tecnologia e Informações (MCTI), pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), unidade vinculada ao Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM), unidade vinculada ao Ministério da Defesa, e é resultado da atuação coordenada e conjunta de instituições federais de meteorologia com o objetivo de fortalecer as entregas individuais, aprimorar o monitoramento e previsões de eventos meteorológicos extremos, pesquisa, desenvolvimento, inovação.

Diretor do INPE Clezio Marcos De Nardin

Diretor do INMET Miguel Ivan Lacerda de Oliveira”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site