Moderna solicita uso emergencial de vacina contra a covid-19

Testes realizados com 196 voluntários mostram que vacina tem eficácia de 94,1%, sem graves efeitos colaterais
-Publicidade-
FDA informou que realizará reunião em 17 de dezembro para avaliar o pedido da Moderna
FDA informou que realizará reunião em 17 de dezembro para avaliar o pedido da Moderna | Foto: Adriana Toffeti/Estadão Conteúdo

A farmacêutica norte-americana Moderna solicitou, na segunda-feira 30, à agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos (FDA) o uso emergencial de seu imunizante contra a covid-19.

O pedido está respaldado nos resultados da terceira fase dos ensaios clínicos realizados pela empresa, que indicaram eficácia de 94,1% de sua vacina contra o novo coronavírus.

-Publicidade-

Leia também: “Doria: Sem vacina, SP vai proibir qualquer tipo de festividade”

Em resposta, a FDA informou que realizará uma reunião em 17 de dezembro para avaliar o pedido da farmacêutica.

Se aprovada, a vacina produzida pela Moderna deverá ser a segunda regulamentada nos Estados Unidos. Na última semana, a Pfizer já havia solicitado a autorização do uso de sua vacina, com eficácia de 95%.

 

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site