Moro: ‘Tenho muito orgulho do que foi feito na Lava Jato’

'Não me arrependo de nada. Foi um trabalho importante, reconhecido pela população brasileira', afirmou o ex-juiz e ex-ministro da Justiça
-Publicidade-
Sergio Moro defendeu o trabalho da Lava Jato no combate à corrupção
Sergio Moro defendeu o trabalho da Lava Jato no combate à corrupção | Foto: Reprodução/Veja

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro defendeu o trabalho da Lava Jato e disse que não está arrependido “de nada” em relação às condenações que proferiu no âmbito da operação. As declarações foram dadas no domingo 28, durante uma live que reuniu políticos e empresários.

Leia mais: “O STF vive em um universo no qual é proibida a entrada de fatos”

-Publicidade-

“Não me arrependo de nada. Pelo contrário. Tenho muito orgulho do que foi feito na Operação Lava Jato”, disse Moro. “Pode ter havido algum erro aqui ou ali. Mas algum abuso, algo intencional? Nada”, completou o ex-juiz.

Leia também: “Operação Lava Lula”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 53 da Revista Oeste

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu os direitos políticos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após anular todas as condenações do petista na Lava Jato. Em julgamento na Segunda Turma da Corte, Moro foi considerado suspeito pela maioria do colegiado.

“Quando se fala em criminalização da política pela Lava Jato, isso é uma grande bobagem. O que havia são pessoas que receberam ou que pagaram suborno”, afirmou. “Dá para tocar [Edith] Piaf [cantora francesa] ao fundo. Non, Je Ne Regrette Rien. Não me arrependo de nada. Foi um trabalho importante, reconhecido pela população brasileira.”

Leia também: “O dono do Supremo”, artigo de J. R. Guzzo publicado na Edição 53 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.