Revista Oeste - Eleições 2022

O humor contra a tirania

Em paródia da música YMCA, da banda Village People, produtor musical sintetiza um dos problemas mais sérios do país nos tempos atuais: o autoritarismo incontido do STF

-Publicidade-
Luciano Oliveira, à esquerda da tela; Filipe Trielli, no centro; e Carlos Eduardo de Freitas
Luciano Oliveira, à esquerda da tela; Filipe Trielli, no centro; e Carlos Eduardo de Freitas | Foto: Divulgação/Chinchila TV

Quando decidiu fazer uma paródia da música YMCA, da banda norte-americana Village People, o músico e produtor Filipe Trielli, de 42 anos, não imaginava que uma simples brincadeira acabaria sintetizando, por meio do humor, um dos problemas mais sérios do país nos tempos atuais: o autoritarismo incontido do Supremo Tribunal Federal (STF).

O videoclipe Ninguém Vai Falar Mal do STF, publicado no YouTube em 18 de abril de 2019, foi idealizado depois de o ministro Alexandre de Moraes determinar que a Revista Crusoé retirasse do ar uma reportagem que citava outro ministro da Suprema Corte, Dias Toffoli.

-Publicidade-

Para tirar a ideia do papel, Filipe convidou três amigos: o escritor Carlos Eduardo de Freitas, de 46 anos, o filósofo Luciano Oliveira, de 43, e o músico Daniel Galli, também de 43 anos de idade. Os dois primeiros apareceram na filmagem, enquanto o último colaborou especificamente com a produção.

“Não imaginei que a paródia seria tão longeva”, revelou Trielli, em entrevista a Oeste. “Mas conquistamos um alto número de visualizações — quase 660 mil. E imagino que seja por isto: toda hora surge uma notícia do Supremo. A cada seis meses, podemos publicar novamente o material. Funcionará da mesma forma, infelizmente. Cada vez menos poderemos falar do STF.”

Filipe acertou em cheio. Na última quarta-feira, 20, o Supremo concluiu o julgamento que levou à condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) a oito anos e nove meses de prisão. O parlamentar é acusado de estimular supostos “atos antidemocráticos” contra as instituições. Por isso, segundo o entendimento dos ministros, terá o mandato cassado, perderá seus direitos políticos e precisará pagar uma multa superior a R$ 190 mil.

Definitivamente, o STF não quer que ninguém fale mal dele.

Confira a letra da paródia criada pelo músico Filipe Trielli

Nobres!

eles são maiorais

e só erram por amarem demais

são bonitos, têm grandes genitais

e são todos semideuses

 

Doutos!

são reservas morais

e modestos, mesmo tão geniais

benefícios e salários normais

afinal nós os amamos

 

Ninguém vai falar mal do STF

É sempre uma alegria o STF

Você pode xingar, que eles vão te buscar

Mas só pra poder te abraçar

 

É sempre uma alegria o STF

Ninguém vai falar do STF

Toffolinho pediu, o Alê deferiu

São o orgulho do meu Brasil

 

Doces! Se você se opuser

magnânimos leia o quiser

mas evitem essa tal Crusoé

e desliguem os whatsaps

 

calma ninguém quer o seu mal

mas me passa seu endereço postal

e cuidado, pra atravessar o sinal

Acidentes acontecem

 

Ninguém vai falar mal do STF

É sempre uma alegria o STF

Você pode xingar, que eles vão te buscar

Mas é pra poder te abraçar

 

É sempre uma alegria o STF

Ninguém vai falar do STF

Se disser Guerra é Paz, nunca diga que não

Liberdade é escravidão!

 

Melos, ‘ceis são fofos demais

Alexandre, você não fica atrás

Lewandowski, não esqueço jamais

É tanta benevolência

 

Dias e Gilmar tão charmoso

Fux, Cármen, Rosa, Fachin, Barroso

São tantos como podem ser tão nobres e maravilindos

Leia também: “Supremo Partido”, artigo de Silvio Navarro publicado na Edição 108 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Se é com bom humor lá vão duas … 1) Bolsonaro cagou r nasceu o André Mendonça A CAGADA FEDERAL estupidamente covarde ….. 2) em Brasília hoje a instituição mais séria é disparado o cabaré da Jane Corner.

  2. Quando foi “lucido” Advogado Geral da União, Gilmar Mendes chamou de “MANICÔMIO JUDICIÁRIO” as decisões do STF, e nada lhe aconteceu, ao contrario foi recepcionado com um “bem vindo ao manicômio”, quando indicado para o STF por FHC.
    O tal do Barroso tem várias passagens pelo exterior dizendo que o STF toma decisões que parecem coniventes com a corrupção. Em sessão plenária disse a Gilmar Mendes, “você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com o atraso e pitadas de PSICOPATIA”. Quando o PMDB se afastou do governo Dilma, mostrou para alunos na Corte a foto nos jornais de lideranças do partido comemorando, e disse: “Meu Deus do Céu, essa é nossa alternativa de poder”. Mais recentemente além de interferir na Câmara dos deputados contra a impressão do VOTO IMPRESSO acoplado a urna eletrônica, fez FAKES como, o voto impresso é um retrocesso e volta a cédula de papel, a dificuldade de transportar 150 milhões de votos impressos em um pais com elevado “roubo de cargas” e outras baboseiras como, o “alto custo dessas novas urnas”
    Enfim, há quem ofenda mais o STF que seus próprios ministros?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.