Pazuello segue estável e sem previsão de alta

Ex-ministro da Saúde sofreu um acidente de moto na noite de sexta-feira 24
-Publicidade-
Ex-ministro Eduardo Pazuello continua internado no Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro
Ex-ministro Eduardo Pazuello continua internado no Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Internado no Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, de 58 anos, permanece com o quadro de saúde estável e inalterado em relação a ontem. O general sofreu um acidente de moto na noite de sexta-feira 24, na capital fluminense.

De acordo com a unidade médica, Pazuello sofreu uma “fratura na clavícula direita e em arco costal” e continua em observação. Ele machucou, principalmente, as costas e o ombro.

O acidente aconteceu por volta de 23h40, na Praça da Bandeira, no Rio. Segundo as primeiras informações, o ex-ministro se acidentou ao tentar desviar de um carro na Avenida Paulo de Frontin, na zona norte da cidade. Pazuello foi atendido inicialmente pelo Corpo de Bombeiros, que o encaminhou ao hospital.

-Publicidade-

O Hospital Central do Exército não deu maiores detalhes sobre o tratamento ao qual Pazuello está sendo submetido nem informou a perspectiva de alta.

Atualmente, Pazuello é assessor da Secretaria Especial da Presidência da República. Ele ainda é general da ativa e deve passar para a reserva do Exército em março do ano que vem.

Segundo pessoas próximas ao ex-ministro, a ideia de Pazuello é concorrer a uma vaga de deputado federal pelo Estado do Rio nas eleições de 2022.

Pazuello foi o terceiro a assumir o Ministério da Saúde no governo do presidente Jair Bolsonaro, em meio à pandemia de covid-19. Primeiro, ficou como interino, depois de o médico Nelson Teich pedir para deixar o cargo.

Em setembro do ano passado, Pazuello assumiu a pasta oficialmente e passou a traçar estratégias de enfrentamento do novo coronavírus, incluindo a defesa do tratamento precoce. O general deixou o cargo de ministro da Saúde em março de 2021.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.