-Publicidade-

PGR pede abertura de inquérito no STF contra ministro da Saúde

Pedido trata da conduta do ministro em relação ao colapso do sistema público de Saúde de Manaus por falta de oxigênio
Pazuello ganha oposição pública da Rede Sustentabilidade, partido que conta somente com três parlamentares | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Pazuello ganha oposição pública da Rede Sustentabilidade, partido que conta somente com três parlamentares | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | eduardo pazuello X rede sustentabilidade - stf - ministério da saúde
eduardo pazuello X rede sustentabilidade - stf - ministério da saúde
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, solicitou ao Supremo Tribunal Federal a abertura de um inquérito contra o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O pedido foi feito neste sábado, 23, e trata da conduta do ministro em relação ao colapso do sistema público de Saúde de Manaus por falta de oxigênio.

Mesmo com os esclarecimentos já prestados por Pazzuello através de ofício no dia 17 de janeiro e de um depoimento presencial no dia 21, Aras considerou que “a possível intempestividade nas ações” do ministro pode “caracterizar omissão passível de responsabilização cível, administrativa e/ou criminal”, uma vez que o ministro “tinha dever legal e possibilidade de agir para mitigar os resultados”.

Segundo a nota da Procuradoria Geral da República à imprensa, Pazuello disse que a White Martins, empresa fornecedora do produto, só o informou sobre a escassez de oxigênio em 8 de janeiro. O Ministério da Saúde iniciou a entrega do item quatro dias depois.

Leia também: “Coronavírus: ex-prefeito de Manaus pede ‘impeachment’ do governador do Amazonas”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

13 comentários

  1. 400 dias de doença; 360 dias para se obter uma vacina, agora querem incriminar quem tanta trabalha por conta de que possa ter atrasado algumas horas para fazer aquilo que era obrigação do governador amazonense… Piada de mau gosto. Além disso, qual será então a pena para quem contrariou ou não indicou tratamento precoces, que funcionam, e deixaram pessoas em casa até agravar quadro de saúde?

  2. O Aras mostrou que não conhece a legislação e também confirmou que pertence a um grupo extremista. Se ele fosse sério e entendesse de Direito e Justiça encaminharia no mesmo processo uma denúncia contra o governadores e prefeitos. Aí sim.

  3. Lamentável! Só quem não conhece a dificuldade de apoio logístico para Manaus para fazer isso. Lembrando que todo os hospitais do Brasil precisam de oxigênio o apoio tinha que ser executado sem gerar tragédia semelhante em outra cidade brasileira.

  4. Prezando o nome das famílias que me pariram, nada a declarar.
    Como gados, haveremos de invadir essas savanas, determinados a não sermos abatidos
    O fogo amigo pode ser positivo, deixando tudo às claras, ainda que não prenda o gov e pref da capital. Negativo, se “haras” tá maquinando sua entrada oficial, na orcrim oficial.

  5. O STF decide que caberia aos governos estaduais e municipais as políticas contra o Covid. Os governadores e prefeitos se esbaldam em roubalheira. Aí vem o PGR e decide investigar o único que tem feito alguma coisa nessa zona toda. O sistema é foda parceiro.
    O Brasil não é para amadores.

  6. Infelizmente estaremos sujeitos a esses tipos de incoerências, desserviço, perda de energia e de recursos gerados por nossos impostos, pelo tempo que conseguirmos ir desaparelhando o Estado.
    Fomos tomados pela corrupção, lavagem cerebral, perda consciente de valores éticos e morais e, consequentemente da coerência, ao longo de mais de 35 anos de implantação das ideias e ideais marxistas no seio da sociedade brasileira.
    Tal perversão, outorgada pela nefasta Lei da Anistia, se iniciou na imprensa e nas universidades; pós 35 anos temos desde os Correios ao STF, todos órgãos públicos totalmente corrompidos; onde, o MEC, sempre foi e continuará sendo o ninho, o local do Ovo da Serpente.
    Ou atacamos à base, ou estaremos enxugando gelo!

  7. Augusto Aras, outro erro do Presidente Bolsonaro. Ou bobão, vai coçar macaco se não tem coisa melhor a fazer. Aliás, nada tem feito, salvo acatar imbecilidades de pares esquerdistas visando o desgoverno.

  8. Uma frase que nunca esqueci quando meu superior passava para mim uma missão. “Urgente é tudo aquilo que você não fez em tempo hábil, e quer que eu faça em tempo record.”

    1. LASTIMAVEL A SITUACAO Q SE ENCONTRA O BRASIL, ESSE STF ( ditadores) e GOVERNADORES GENOCIDAS!! Esses pessoal de indicação e pura furada, Todos esses cargos deveriam ser ocupados por VERDADEIROS JUIZES concursados dos TRFs

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês