Prefeitura de São Paulo suspende aulas e anuncia aumento de leitos para covid-19

Recesso escolar do mês de julho será antecipado em toda a rede
-Publicidade-
Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou novas medidas para conter o coronavírus
Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou novas medidas para conter o coronavírus | Foto: Divulgação/GESP

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 12, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), confirmou a suspensão das aulas presenciais na capital paulista entre os dias 17 de março e 1º de abril. A medida vai de encontro à decisão do governo do Estado, que na quinta-feira 11 aumentou as restrições para conter o avanço da pandemia de covid-19.

“Essa medida se faz necessária para que a gente possa conter o avanço do coronavírus na cidade. A suspensão de aulas presenciais vale para a rede privada, para a rede pública estadual e rede pública municipal na cidade de São Paulo a partir da próxima quarta-feira”, afirmou Covas.

-Publicidade-

Leia mais: “Justiça proíbe fornecimento de refeições e uso de equipamentos em escolas”

A prefeitura também decidiu antecipar o recesso escolar do mês de julho em toda a rede. Em tese, as aulas serão retomadas no dia 5 de abril. A rede particular tem autonomia para adotar outras medidas, desde que não receba alunos de forma presencial.

Covas também anunciou a abertura de 555 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria para o tratamento de pacientes com covid-19. De acordo com o último boletim divulgado pela prefeitura, a cidade tem 83% das 2.311 vagas em UTI e 76% dos 876 leitos de enfermaria ocupados.

Leia também: “A paciência acabou”, artigo de Augusto Nunes e Silvio Navarro publicado na Edição 41 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.