Queiroga anuncia redução do intervalo entre doses da AstraZeneca

A partir de agora, segunda dose deverá ser aplicada oito semanas depois da primeira
-Publicidade-
Ministro Marcelo Queiroga, da Saúde, anuncia redução do intervalo entre doses da AstraZeneca
Ministro Marcelo Queiroga, da Saúde, anuncia redução do intervalo entre doses da AstraZeneca | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou nesta sexta-feira, 15, que o intervalo entre a primeira e a segunda doses da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca será reduzido de 12 para oito semanas. O anúncio foi feito em uma publicação nas redes sociais.

“A partir de agora, o intervalo entre as doses da vacina da AstraZeneca foi reduzido de 12 para oito semanas. Então, fique atento e não perca o prazo para completar sua imunização”, escreveu o ministro em sua conta oficial no Twitter. 

Leia mais: “Saúde foca em Pfizer e AstraZeneca e projeta 300 milhões de doses em 2022”

-Publicidade-

A diminuição do intervalo entre as duas aplicações da AstraZeneca já vinha sendo analisada pelo Ministério da Saúde, que recentemente autorizou que a segunda dose do imunizante da Pfizer também fosse aplicada oito semanas depois da primeira dose.

Leia também: “Remédios anticovid da AstraZeneca reduzem casos graves e mortes, informa empresa”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.