Revista Oeste - Eleições 2022

São Paulo propõe salário para quem acolher morador de rua

Benefício temporário tem como objetivo reduzir número de pessoas em situação de rua
-Publicidade-
Levantamento feito pela prefeitura, em 2021, concluiu que São Paulo reunia quase 32 mil pessoas sem-teto
Levantamento feito pela prefeitura, em 2021, concluiu que São Paulo reunia quase 32 mil pessoas sem-teto | Foto: Márcio Komura/Revista Oeste

A prefeitura de São Paulo pretende pagar um salário, definido como Auxílio Reencontro, para quem acolher um morador de rua.

De acordo com o texto, o valor a ser pago para quem entrar no programa e acolher um morador de rua e a duração do acolhimento serão definidos por um decreto da gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

A proposta do Executivo, encaminhada à Câmara Municipal na segunda-feira 27, foi levada ao plenário ontem. Para acelerar a tramitação, o texto de Nunes foi incluído como um substitutivo em um projeto que visa à instalação de restaurantes populares, uma espécie de Bom Prato Paulistano.

-Publicidade-

Levantamento feito pela prefeitura, entre outubro e dezembro de 2021, concluiu que São Paulo reunia quase 32 mil pessoas sem-teto, um aumento de 30% em relação a 2019.

Segundo o prefeito, o objetivo é reduzir o número de pessoas em situação de rua na cidade, “de forma digna e autônoma, ampliar a proteção social e fortalecer estratégias para a saída qualificada da situação de rua e favorecer o retorno ao convívio familiar e comunitário”.

Leia também: “Pobre São Paulo”, reportagem de Paula Leal publicada na edição 91 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Querem implantar o comunismo de toda forma no Brasil. E tem burro que não consegue enxergar isso. O prefeito deveria dar o exemplo e começar acolhendo um em sua casa.

  2. Isso deve ser apenas o início. Próximo passo é fazer o mesmo com presidiários p esvaziar sistema carcerário. Realmente SP está um lixo e cheio de pessoas nas ruas sem qq assistência. Uma vergonha essa proposta.

    1. Não existe nada é tão ruim que não possa ficar pior… é o caso do bode fedido, numa sala sem ventilação, cheia de gente.

  3. JESUS CRISTO!!
    ESSA soninha francine e seu padre pedófilo… tem de serem expurgados DEFINITIVAMENTE dessas secretarias de bem estar social….ora esta na prefeitura..ora essa canalha esta em algum cargo no ESTADO..
    Cadê o ministerio publico que não investiga a atuação nefasta dessas gangs assistencialista..que visam VIVER do dinheiro público.
    Enxugam gelo….pois SÃO NÓIAS
    São potenciais assassinos….NÃO SÃO TRABALHADORES NÃO.
    Fuçam o lixo..tadinhos….É PRA PROCURA LATINHAS DE ALUMINIO e comprar drogas.
    PAREM DE MENTIR e tratar como coitadinhos esses nóias..
    AQUELES que vc vê com crianças…SÃO CIGANOS e vivem de explorar a FÉ publica.
    DEIXEM DE SEREM IMBECIS GENTE…senão nunca vamos solucionar isso.
    SÃO PARASITAS E ESCOLHERAM VIVER ASSIM ….nas drogas.
    TEM DE SEREM INTERNADOS COMPULSÓRIAMENTE ….somente ASSIM essas pessoas terão uma pequena chance ….BEM PEQUENA viu
    NÃO ENTREM NAS DROGAS…

    SAMPA ESTA UM LIXO por causa de 16 mil vagabundos drogados….um lixo e insegura.

    1. Concordo com você. Belo Horizonte virou a meca dos mendigos.Já trabalhei com essa gente e realmente são um bando de noias e ladrões mesmo. E essas prefeituras ficam passando a mão na cabeça e gastando horrores com esse pessoal que não quer saber de nada. Só querem droga e vagabundagem. Para vocês terem um ideia em Belo Horizonte além de abrigo, restaurante de graça, auxilio aluguel, cesta básica, etc, etc ainda ganham passagem de ônibus para viajar de graça pelo Brasil. É isso mesmo que vocês ouviram. Passagem de graça e várias vezes. Da mesma forma que existe bandidolatria existe também mendigolatria . É um absurdo nem a familia quer contato com esse pessoa mais. Já desistiram.

  4. Primeiro: Quem com o juízo perfeito irá acolher um morador de rua em sua casa? Propõe ao prefeito, um verdadeiro cretino que tem a coragem de dizer um absurdo desse, que ele dê o exemplo e que recolha alguns desses desajustados em sua residência, só que ele não poderá escolher, isso fica por conta de terceiros. Comunista safado, vá dividir a sua casa com a p.q.p!
    Segundo: Admitindo que esse desajustado social seja admitido em sua casa, qual, para o maluco que se interessar, será esse valor desse salário? O gasto extra que tiver com um morador de rua vai compensar ao acolhedor?
    Terceiro: É cada uma que acontece! Isso para mim, já é um prenúncio de socialização que esses comunistas estão planejando para ver qual será a recepção que terá na sociedade.

      1. Mais uma vez esse prefeito de M… Querendo repassar para o contribuinte as obrigações que ele mesmo deve fazer. Estáaia do que na cara que isso é simplesmente mais uma forma mascarada de desviar verbas. Cambada de FDP!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.