SP anuncia calendário da primeira etapa de vacinação com 3ª dose

Pessoas de 60 anos ou mais que tomaram 2ª dose há mais de seis meses terão direito a nova aplicação
-Publicidade-
Governador João Doria (PSDB), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes
Governador João Doria (PSDB), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes | Foto: Reprodução/YouTube

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 1º, no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou o calendário da primeira etapa da aplicação da dose de reforço contra a covid-19 no Estado.

Como foi anunciado no dia 25 de agosto, a imunização com a dose adicional começa em 6 de setembro. De acordo com o calendário divulgado hoje pelo governo paulista, essa etapa vai até o dia 10 de outubro.

Leia mais: “Doria anuncia vacinação com a 3ª dose a partir do dia 6 de setembro”

-Publicidade-
Calendário da primeira etapa de vacinação com dose adicional | Foto: Reprodução/YouTube

O público-alvo serão as pessoas de 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose ou a dose única há mais de seis meses, além dos imunossuprimidos maiores de 18 anos. O contingente inicial é formado por 1 milhão de pessoas. O público-alvo total chega a 7,2 milhões.

Leia mais: “Instituto Butantan entrega mais 10 milhões de doses da CoronaVac”

Entre os dias 6 e 12 de setembro, serão imunizados os idosos com 90 anos ou mais. De 13 a 19 de setembro, é a vez das pessoas de 85 a 89 anos. De 20 a 26 de setembro, São Paulo vacinará quem tem entre 80 e 84 anos, além dos imunussuprimidos. Entre 27 de setembro e 3 de outubro, as pessoas de 70 a 79 anos serão vacinadas. Por fim, de 4 a 10 de outubro, as pessoas entre 60 e 69 anos receberão a vacina.

Leia também: “Doria contradiz Doria sobre 3ª dose da vacina contra a covid-19”

Na coletiva desta quarta, Doria também anunciou que o Estado de São Paulo deve chegar ainda hoje a 50% da população com o esquema vacinal completo — ou seja, com as duas doses da vacina ou a dose única. Até o momento, 51,4 milhões de doses já foram aplicadas.

“São Paulo vacinou mais do que muitos países do Primeiro Mundo. Isso é um orgulho para a medicina, a ciência e a saúde pública de São Paulo”, afirmou o tucano. 

Leia também: “Lewandowski mantém decisão que obriga Ministério da Saúde a enviar a SP vacinas para 2ª dose”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro