SP eliminará bilheterias do Metrô e da CPTM até o fim deste ano

A partir de 2022, bilhetes serão comprados exclusivamente por meio de aplicativo ou nas máquinas de autoatendimento
-Publicidade-
Pagamento de passagem do metrô será feito por meio de aplicativo de celular
Pagamento de passagem do metrô será feito por meio de aplicativo de celular | Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 4, que vai começar a fechar, gradualmente, todas as bilheterias do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) até o fim deste ano.

A partir de 2022, os bilhetes poderão ser comprados exclusivamente por meio de aplicativo de celular ou nas máquinas de autoatendimento. O Bilhete Único e o cartão Bom também continuarão sendo aceitos como forma de pagamento da passagem.

Leia mais: “Começa a montagem do ‘tatuzão’ na Linha 6-Laranja do Metrô de SP”

-Publicidade-

De acordo com a Secretaria de Transportes Metropolitanos, os funcionários que hoje trabalham nas bilheterias serão deslocados para outras funções.

Com a medida, a gestão estadual espera reduzir custos da operação do Metrô e da CPTM. Segundo a pasta, o fechamento das bilheterias deve gerar uma economia de R$ 100 milhões por ano.

Leia também: “Pandemia ‘radicalizou’ novas formas de mobilidade nas grandes cidades, dizem especialistas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Boa coisa. Sou do Rio, mas o que estraga o dia de qq um é vc chegar no guichê e a mulher ficar passando instruções para casa pelo celular. E depois te dar um ‘bom dia’ mascado que vc ainda tem que responder. Arghhh.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.