-Publicidade-

UE se articula para pressionar o Brasil contra ‘desmatamento’

Proposta atinge setores fortes da economia brasileira, como produção de soja e de carne bovina
Força-tarefa da AGU já bloqueou R$ 570 milhões de desmatadores da Amazônia | Foto: Wilson Dias/Wikimedia Commons
Força-tarefa da AGU já bloqueou R$ 570 milhões de desmatadores da Amazônia | Foto: Wilson Dias/Wikimedia Commons | agu, amazônia, desmatamento, bloqueio financeiro, ação civil pública

Proposta atinge setores fortes da economia brasileira, como produção de soja e de carne bovina

Amazônia
Foto: Wilson Dias/Wikimedia Commons

A União Europeia começará a discutir, a partir de janeiro de 2021, uma norma que poderá pressionar o Brasil contra o que o grupo considera “desmatamento”.

Empresas que vendem para a Europa terão de provar que seus produtos são feitos sem contribuir para a destruição de biomas como a Amazônia e o Cerrado. A mesma exigência se aplicaria a empresas europeias que venham a investir dinheiro no Brasil, como bancos e fundos de investimento.

Leia também: “‘Preocupada’ com a Amazônia, União Europeia não protege a própria natureza”

A proposta atinge setores fortes da economia brasileira, como produção de soja e de carne bovina — duas das principais commodities vendidas pelo Brasil aos europeus.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. O Brasil deveria começar a procurar outros parceiros comerciais fora da UE e focar nesses novos parceiros e começar a se desvencilhar dela. Esses europeus de merda não tem moral nenhuma para criticaram ou atacarem o nosso país.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês