-Publicidade-

Vacina da Oxford chega ao Brasil

Avião com dois milhões de doses desembarca em Guarulhos (SP)
Chegada da vacina da Oxford ao Brasil
Chegada da vacina da Oxford ao Brasil | Foto: Reprodução/CNN Brasil

O governo federal brasileiro já pode organizar a distribuição de 2 milhões de doses do imunizante contra a covid-19 desenvolvido pela Universidade de Oxford (Reino Unido) em parceria com o laboratório europeu AstraZeneca. O avião vindo da Índia com o lote da vacina desembarcou no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), no fim da tarde desta sexta-feira, 22.

Leia mais: “Coronavírus: se fosse um país, SP teria mais mortes por milhão que o Brasil”

As doses da vacina chegaram ao Brasil em avião da Emirates. A programação anterior previa que a brasileira Azul seria a responsável por transportar o material de Mumbai (Índia) até o solo brasileiro — o que estava previsto para ocorrer, inicialmente, no último fim de semana. A aeronave da Azul, no entanto, foi usada para ajudar a levar cilindros de oxigênio a Manaus, conforme registrou Oeste.

Representantes do governo federal marcaram presença em Guarulhos nesta tarde. Três ministros acompanharam o desembarque da aeronave da Emirates com os 2 milhões de doses da vacina que, no Brasil, tem há meses testes monitorados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz): Eduardo Pazuello (Saúde), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Fábio Faria (Comunicações).

Uso emergencial aprovado

A ser distribuído entre as unidades federativas do país, o lote do imunizante já poderá ser aplicado. Isso porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou seu uso emergencial no último fim de semana. Além disso, a Fiocruz anunciou o interesse de nacionalizar a produção do imunizante, com direito à manipulação do insumo farmacêutico ativo (IFA), atualmente importado da China.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês