Vacina da Oxford: Fiocruz recebe insumos para 12 milhões de doses

Ministério da Saúde prevê a chegada de outro lote da matéria-prima
-Publicidade-
Fiocruz garante que vai cumprir a agenda de entregas
Fiocruz garante que vai cumprir a agenda de entregas | Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

Duas novas remessas do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) vindos da China chegaram ao Brasil no domingo 28. A mercadoria foi encaminhada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com a matéria-prima, será possível fabricar 12 milhões de doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. O imunizante é patrocinado pela farmacêutica AstraZeneca. O governo federal prevê, ainda, o desembarque de uma nova carga para a fabricação de cinco milhões de doses nesta semana. Em nota, a Fiocruz informou que os quatro lotes de IFA serão suficientes de modo a cumprir as entregas de vacinas ao Ministério da Saúde programadas para abril e maio.

Leia também: “ButanVac é alternativa no caso de a vacina chinesa ser ineficaz”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.