Agricultura aguarda definição da China sobre exportações de carne

Declaração foi dada pela ministra Tereza Cristina
-Publicidade-
A ministra Tereza Cristina garantiu que o Mapa tem fornecido todas as informações aos chineses
A ministra Tereza Cristina garantiu que o Mapa tem fornecido todas as informações aos chineses | Foto: Guilherme Martins/Mapa

A ministra da Agricultura (Mapa), Tereza Cristina, disse que o Brasil precisa aguardar uma definição dos chineses sobre a suspensão das exportações de carne brasileira. Os dois casos atípicos de “vaca louca” registrados no Brasil, e que já foram descartados pelo Mapa, causaram desconfiança no mercado internacional.

“Eles precisam analisar as informações passadas, checar e nos dar uma definição”, afirmou Tereza Cristina, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, publicada nesta quarta-feira, 17. “Nós aguardamos uma resposta dos chineses sobre o embargo posto em nossa carne.”

O Mapa informou que tem mantido negociações com as autoridades da China, com a realização de reuniões virtuais. “O lado brasileiro tem fornecido, com celeridade, informações complementares atendendo às solicitações das autoridades chinesas”, garantiu Tereza Cristina.

-Publicidade-

A exportação do produto à China está suspensa desde o dia 4 de setembro. O veto já está refletindo no Brasil, que em outubro registrou queda de 43% nas exportações de carne bovina, na comparação com o mesmo período de 2020, de acordo com um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Frigoríficos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Pois é, a carne brasileira tá caríssima e como a China não quer recebê-la, os fornecedores querem diminuir o preço pra que seja consumida aqui no brasil. Vamos deixar a carne nos açougues e procurar outras vias. BOICOTAR.

  2. EMBARGO A PRODUTOS CHINESES, assim resolve 90% dos problemas brasileiros pois os brasileiros começariam a abrir empresas e empregos pra produzir!

  3. Enquanto isso o brasileiro está amargando o preço alto no kilo da carne.
    Já que o embaixador chinês já disse que antes de janeiro/22 este imbróglio não será resolvido, porquê o governo não disponibiliza parte desta carne bovina para o mercado interno fazendo com que o preço tenha uma queda para o consumidor ?

  4. Será que a China esta com superprodução de proteina animal a base de MORCEGOS pra ficar esnobando o Brasil dessa forma???
    Brasil deve é aumentar o preço, isso sim!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.