Amazon abre três centros de distribuição no país em 60 dias

O gigante do comércio eletrônico apostou nas entregas rápidas para atender novos consumidores
-Publicidade-
O centro de distribuição em Itaitinga, no Ceará, é o mais recente da Amazon para atender a região Nordeste
O centro de distribuição em Itaitinga, no Ceará, é o mais recente da Amazon para atender a região Nordeste | Foto: Júlio Caesar

Com foco na expansão dos negócios, a Amazon abriu três centros de distribuição no Brasil em dois meses. O investimento em logística é para agilizar a distribuição de produtos e atender novos consumidores, segundo a companhia.

O centro de distribuição mais recente é o de Itaitinga (CE), inaugurado no fim de outubro — trata-se do 12º da Amazon no país. No início do mesmo mês, a empresa abriu um centro em Cabo de Santo Agostinho (PE), com 41 mil metros quadrados e que emprega 860 pessoas. Os dois galpões logísticos ampliam a aposta da empresa no Nordeste.

Antes disso, o gigante norte-americano havia inaugurado outro ponto de distribuição no início de setembro, em São João de Meriti (RJ). No ano passado, foram abertos quatro centros logísticos, um deles com mais de 100 mil metros quadrados.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.